Tagged amor

Feliz Dia, Mães do MER! 

Nesse dia das Mães eu queria falar um pouquinho do próprio Mães em Rede.  Queria falar dessas Mães guerreiras, que entraram na minha vida devagarinho, lembro quando a Rô (Roberta Munhoz) me apresentou ao MER e aos poucos fui entendendo e me entrosando com essas 10 mães maravilhosas! A maioria nao se conhece, mas nós nos falamos todos os dias, entre manhã aqui, madrugada em Bali, noite no Brasil nós dividimos nossas angústias, nossas vitórias, frustraçōes, e sempre na correria do dia a dia, essas mães acham um tempinho pra bater um papo.  Tentamos nos conectar mesmo com tantos fusos…

A história de Luciana, a maior amiga do peito que já conheci.

Maternidade é, por si só,  generosidade. Mas nesse caso, a generosidade transborda e alimenta vários bebês que não o seu. Minha alegria é enorme em poder homenagear a Luciana, que é minha cunhada, mora em Recife, e que acompanhamos  à distância o nascimento de Maria e Artur. Luciana tem uma história linda de amamentação. Quando minha…

A mãe do Guto

Para celebrar o dia das maes, estamos muito felizes em poder homenagear a mães a quem admiramos. Estes são Dani e Guto, lá do Recife. Uma história de aprendizado, valentia e muito, muito amor. Eu sempre brinquei que “fiz” Guto num carnaval.  Quando queria justificar a sua personalidade alegre e sorridente, assim como o furacão…

Same shit.

Antônia chora porque perdeu o par ou ímpar. João chora porque quer dormir na minha cama. Eu choro de cansaço. Pedro chora escondido Cuca grita pra chorar Marília chora de saudade Carlos chora com jazz. Regina chora com carinho. Tarsis chora e sai de fininho. Gabriela chora pela filha. A filha chora por ela. Cada lágrima…

Quando amizade e família têm o mesmo significado

Não é preciso morar fora para dar maior ou menor valor as amizades. Mas com certeza ela se torna ainda mais fundamental na vida de quem vive longe da família. São os amigos que estão também longe das suas famílias que se tornam nossos irmãos, primos, tios e fazem toda a diferença na adaptação da vida nova. Tenho profundo agradecimento ao que a vida me trouxe desde que chegamos aqui em Lima. Fiz amigos que passaram ao meu lado momentos importantes, felizes ou tristes, como nascimento do meu primeiro filho (Sicas e Tuki, que viraram irmãos de alma e padrinhos…

O ciúmes de mãos dadas com o amor

A pausa para escrever esse rápido texto foi dada assim que o pai pegou o mais velho e saiu para comprar bicicletas novas para a família. É uma tarde gostosa de domingo friorento. Lima já está cinza, cor predominante nos meses que vão de maio a dezembro. A pequena dorme “rico” (como dizemos aqui) ao…

Maternidade maturada ou como é bom (e difícil) crescer com eles

Danilo tem 16 anos. Foi ele quem fez nascer a maternidade em estado bruto em mim. Não foi fácil. Aos 25 anos, eu tinha o mundo aos meus pés. Ou, pelo menos, achava que tinha. E com essa dúbia e frágil certeza acreditava que podia desbravar qualquer terreno, ser o que eu quisesse. Quando me descobri grávida dele, um mundo de oportunidades desapareceu, outro mundo de possibilidades apareceu. Boas e ruins. Fiquei dividida entre elas, não gostei de ver meu corpo mudar tanto, nem de perder o pseudo controle sobre as minhas emoções. No pós-parto, procurei ajuda terapêutica e nela…

A chegada de Marina

Ela chegou de mansinho, justamente para testar a minha paciência que tanto faltou no final da gravidez (vide meu último post). “Mamãe tá ansiosa? Pois vou tratar de complicar um tiquinho mais isso para ela aprender a ter mais paciência…”, certamente já havia todo um plano na cabecinha dela e de Deus. 38 semanas de gravidez e de ansiedade. Foi no início de uma manhã que ela começou a dar os sinais de que estava pronta para vir ao mundo. O tão esperado segundo parto normal estava para acontecer, e se tudo corresse bem, seria naquele dia, e se Deus…