Tagged adaptação

Destacado

Eu vim de lá.

“Não é pouco saber dormir; para isso é preciso aprontar-se durante o dia. Dez vezes ao dia deve saber vencer-te a ti mesmo; isto cria uma fadiga considerável, e esta é a dormideira da alma. Dez vezes deve reconciliar-te contigo mesmo, porque é amargo, vencermo-nos, e o que não está reconciliado dorme mal. Dez verdades…

Destacado

Outros bichos.

Tem coisa quando você decide morar fora, que  é difícil que alguém te conte. Até por bondade, porque já é tanto o que você vai encarar, que a intenção é não transformar a aventura num filme de terror. Uma das coisas que me dei conta que geralmente não falo, é que talvez o que mais…

Habituando-me

Ontem , dia 15/07, fez um ano que desembarcamos em Londres. No último dia desse ano letivo de Lucca , logo depois da cerimônia de encerramento das aulas, eu conversava aquela conversa de antes das férias com uma das conselheiras da escola: final de primeiro ano em Londres, férias, verão feliz se anunciava, que alergia! Depois…

A escolha sem traumas da nova escola

“Helena está ótima, nunca vi uma adaptação tão fácil. É o Rio de Janeiro ou é ela mesmo?“ A pergunta da professora na primeira avaliação da caçula na nova escola me deixou ao mesmo tempo orgulhosa e confusa. Eu e Daniel também tivemos a mesma impressão: todo o processo foi bem natural e rápido. Simples. Claro…

Na estrada

Há três semanas estou virando a chave. De um lado para o outro, tentando estar conectada com os meninos, mas também em busca de novas conexões na vida em outra cidade. Não é simples, nem corriqueiro. Quando você muda de país, de cultura, de alguma forma você rompe os vínculos, corta, encerra para recomeçar. Não…

Que língua é essa…

Lucca sonha em inglês e diz que nunca sonha. Acorda em português. Estuda em inglês. Dá tutoria na escola de italiano e de espanhol para seus amigos. Escreve em nas 4 línguas: muito bem em inglês, bem em italiano e espanhol, e mal em português. Em casa falamos nossa língua mãe. Para Lucca de vez…

Chegadas e Partidas

  Completamos um ano em Pequim no mês passado. E já começo a sentir um frio na barriga. Um ano e o que eu fiz? O que ainda quero fazer? Começo minhas infindas listas mentais dos lugares que quero visitar, das aulas que quero fazer, dos temperos que ainda preciso experimentar… Tá certo que no início foi complicado, com a adaptação das crianças nas escolas, mudança para apart-hotel até achar uma casa, mudança para a nova casa e muito trabalho. Afinal, eu também havia sido transferida e precisava produzir e entregar resultados. A adaptação foi tranquila de início, mas com…