O segundo filho.

Um dia desses o Facebook me mostrou uma memória guardada de anos atrás, um video do Noah, q enquanto o pai mostrava os números bem rápido (de um puzzle gigante) o Noah falava qual número estava sendo mostrado, e na maioria ele sabia qual era o número, e pro meu espanto, ele tinha acabado de fazer 2 anos! Como assim? Ele sabia os números, de 1 a 10 e as formas geometricas com 2 anos? Notei também que ele estava de cuequinha!! Ai resolvi me aprofundar e lembrei que antes dos 2 anos além dele já estar desfraldado de dia, já dormia na cama (enorme por sinal).

Hoje eu me pergunto o por que de tanta pressa? Será algo que mães de primeira viagem fazem? Ou fui eu? Ou o Noah era mais apressadinho? E cheguei a conclusão que fui eu quem apressou tanto o meu menino, e hoje sei que não fez diferença alguma toda essa minha pressa. E entendi também porque os primogenitos são mais “espertinhos”, afinal todo tempo livre que eu tinha era em função do Noah, eles ganham muito mais dedicaçao e atençao.

Aí eu lembrei que ainda tinha o tal puzzle, tirei do ármario e fui montar pra Luana, e ela nao tinha idéia do que eu falava, se interessava só nos desenhos, e o único número que falava era 02 (talvez por termos insistido tanto que ela tinha feito 02 aninhos). E o Noah também não dava muita chance pra ela falar, atropelando cada vez que ela abria a boca.

Tirei o piniquinho do armario já tem umas boas semanas, mas até agora não consegui tirar o tempo pra poder “treinar” a Luana, ela já até tem idéia do que é, mas tem pavor do “toilet seat”, e é tão interessante ver essas diferenças entre o primeiro e segundo filho, menino e menina, por mais que a Luana nao saiba nada disso, ao mesmo tempo ela é tão mais independente que o irmão! Até hoje o Noah “precisa” de ajuda pra comer, enquanto a Luana faz questão de comer sozinha, ela junta a roupa no chão do banheiro, já o Noah chuta as dele pra bem longe. É uma delícia ver essas diferenças, e mesmo que nós mães vemos uma cuequinha como uma vitória alcançada, espero que com a Luana eu tenha mais calma, o tempo já é dividido, a vida é bem mais corrida, então ao invés de ficar repetido os números de 1 a 10, eu ando preferindo rolar com ela no chão e brincar de pega pega, enquanto ela ainda prefere brincar comigo 🙂

Luana "ajudando" o Noahxcom sua lição de casa

Comentários

  1. Tem um livro muito bom sobre a ordem de chegada dos filhos e o papel que cada um exerce na família do Karl König: “Irmãos e irmãs”. As cobranças, expectativas, funções. Lendo seu texto lembrei muito desse livro e refleti sobre essas diferenças na forma de criar os filhos, as angústias, o medo de errar e de pedir demais. Muito bom.

Comentar