Primeiro dia de aula!

Aqui na Australia a escola começa no Prep e vai até o Year 12. Antes disso existem as opçōes daycare ou family daycare, as duas são bem carinhas.

O Noah começou com pouco mais que 1 aninho no daycare (creche), começou indo 1 x na semana, depois 2x e ano passado ia 3 x na semana. O foco sempre foi muita brincadeira no jardim, e nesse último ano um pouco mais de aprendizado.

Pensamos bastante aqui em casa se o Noah estaria pronto pra ir a “big school” (como chamamos aqui em casa) e diversos momentos eu pensei em segurá-lo mais um ano. A barreira do idioma se inverteu, em diversas situações percebi que se eu falasse em inglês ele nos entenderia melhor, falar em português se tornou bem difícil, a demora pra construir as frases, e a mistura das línguas em uma mesma sentença. Mas continuamos firmes e fortes com o português em casa, admito que tem horas que é extremamente frustrante, mas acredito que estamos fazendo um bem a ele. Só espero que agora indo pra escola 5 dias da semana, ele não se esqueça do português gringuinho que ele tem.

Outra barreira é o medo de tentar coisas novas com medo de não conseguir, confesso que nesse quesito, eu não sei muito como agir, eu converso, tento explicar que o que vale é tentar, mas não tenho tido muitos resultados positivos.

Essa fase dos 5 anos é um pouquinho 8 ou 80, pensei bastante e acho que talvez a escola faça bem ao Noah, acredito que irá ser um ano de muito amadurecimento pra ele e pra nós.

Aí veio a escolha da escola, pública ou particular? A escola publica da região que moramos é excelente, então não precisamos nos preocupar muito na escolha. Pública “it is”. Mas sempre há uma dúvida se fizemos a melhor escolha, mas essa dúvida foi embora rapidinho depois de conhecer a professora antes das aulas começarem, receber um email dela na noite anterior, e ainda sair da escola com um kit “first day at school” pras mamães mais sentimentais.

Primeiro dia finalmente chegou! Noah estava feliz em começar essa nova fase, mas não sei até onde ele entendia o conceito ir a escola. Primeira vez que vestia um uniforme, mala da escola, tênis e meias (alguns já sabem que meus filhos não são big fans de sapatos) ele vestiu a camisa e já foi reclamando, o que era meu medo, então fui bem reta e direta, tentei cortar o mal pela raiz, assim não teria um “tantrum” a cada peça de roupa que ele vestia.

Depois de rodar o bairro todo procurando uma vaga pra estacionar, meu “little man” se comportou super bem, mesmo após ter andado 3 quarteirões, sem reclamar, entrou na sala, brincamos um pouco, e na hora do tchau ele só se sentiu um pouco inseguro, mas enfrentou o medo e entrou na sala como um “big boy”.

Na saída lá estava ele, super feliz! Até me contou como foi o seu dia, coisa que ele odeia fazer, e hoje na hora da janta ele perguntou o que iríamos fazer amanhã, e eu disse “big school”, e ele olhou pra mim, falou “De novooooo?” E quando eu disse que sim ele abriu um sorrisão! Pro alívio do meu coração.

image

image

image

Comentários

  1. Pri, leio as Mães em Rede há algum tempo e, permita-me dizer, também estou em rede… rs… Sua história aí de cima é parecida com a minha e, especialmente o sorriso final, me permite concluir que, quase sempre, se encorajados e bem amparados, eles tiram de letra.
    Já estive pra fazer isso outras vezes, desisti, mas hoje farei: deixo um convite pra você – e as outras Mães em Rede, claro – conhecer meu trabalho. Tem um post super em sintonia com esse: http://www.equilibrosa.com/blog/2016/1/26/o-menino-camaleo-e-a-mame-ursa
    Um beijo!
    Mônica

  2. Olá,
    Muito legal a sua história. Esse ano vou com a minha família para Sydney, uma dúvida muito grande que eu tenho é sobre qual bairro morar, eu pesquisei alguns bairros, mas fiquei um pouco receosa com os comentários, mas imagino que o “traffic” aí não seja igual aqui em São Paulo outra coisa que me preocupa é bullying com meus filhos (5 anos e 1 ano e 5 meses).
    Obrigada por compartilhar sua história.

  3. Oi Cris, eu moro em outro estado e em cidade pequena, to em QLD, Sunshine Coast.
    Pra nos a vida de Sydney seria um pouco como Sp, pelo que sei o transito eh bem pesado tb, e tem mtos pedagios pela cidade. Nao posso te ajudar com bairros pois nao conheco nada la, mas temos uma comunidade no FB q pode te ajudar, Maes Brasileiras na Australia, acho q bullying tem em qq lugar, mas a grande maioria das escolas trabalha bastante em cima disso. Espero q tenho ajudado.
    Bjos

Comentar