From agosto, 2015

Destacado

Onde fica a nossa casa?

Há algumas semanas, um amigo me enviou um vídeo sobre o que se convencionou chamar de “crianças de terceira cultura” (third culture kids). São crianças que passaram uma grande parte de sua vida em culturas diferentes das de seus pais. Já havia lido alguns artigos sobre o assunto, mas em geral eles abordam o desenvolvimento da…

Destacado

Estamos todos aqui

Acabei de ler essa semana “Ainda estou aqui”, de Marcelo Rubens Paiva. Não lembro quando li “Feliz Ano Velho”, que teve sua primeira edição em 1982. Mas lembro bem que eu não era mais tão criança, mas ainda não era tão adolescente e de como fiquei impressionada com as tragédias na vida daquele jovem e sua família. O livro de 2015, como bem definiu uma amiga, reúne vários livros num só. Curiosamente lançado no mesmo momento em que algumas vozes pedem o retorno daquele período triste e vergonhoso da nossa história, mergulha mais fundo nos detalhes da prisão, tortura e…

Ano novo, novas metas

Jaqueline Travaglin é uma das muitas mães que acompanham nosso blog. Hoje ela compartilha com a gente sua experiência e deixa um lindo recado para todos nós, mães e pais nesses mundo pós-tudo. Sou nascida na ZL de São Paulo, filha de Costureira/Bordadeira, caçula de quatro irmãos, origem pobre, estudei em colégio estadual a vida…

Destacado

Amizade

Ouvi a frase acima em uma música no encerramento de um camp (atividade de férias) que eles participaram por aqui. Não sei se foram as vozes lindas das crianças cantando juntas ao redor de uma fogueira em um fim de tarde perfeito ou o fato de que íamos ao Brasil no dia seguinte, mas meus olhos se…

Destacado

Ganha/Ganha.

Competir, ganhar, destruir, marcar , são todos verbos usados com frequência em casa . Não só pelo fato de eu estar rodeada por dois exemplares humanos do sexo masculino durante boa parte do dia, mas também porque eles são loucos por esporte , como praticantes, como torcedores e expectadores. Desde que eu trabalhava com projetos…

Destacado

Sobre terremotos e furacões

Durante os 4 anos que viví em Lima, ouví, principalmente dos peruanos, a seguinte pergunta: “Tienes lista la maleta del temblor cerca de tu puerta de salida?” (Tem a sua “mala do terremoto” pronta na sua porta de saída?). Dentro da mala, nos recomendavam ter sempre algumas mudas de roupa, passaportes, algum dinheiro, remédios, lanterna, apito (em caso de soterramento), mantimentos não perecíveis, água e esperança. A grande verdade é que nesses anos mesmo vivendo num país com risco de terremoto e tsunami, o que mais me sobrava era a esperança. Alguma voz sempre me dizia que jamais iríamos passar por um…

Mães em Rede de férias pelo mundo

Nossas mães, blogueiras e viajantes, compartilharam um pouco do que viram e por onde andaram com seus filhotes nessas férias intermináveis do meio do ano. Confira aqui nesses dois vídeos de lugares especiais:  

Destacado

Filhos terceirizados

Mais um post da nossa convidada Fernanda da Escóssia, que topou compartilhar suas aventuras da maternidade com a gente. Nesse texto, ela fala sobre os extremos da maternidade terceirizada.  Filhos terceirizados Por Fernanda da Escóssia* A menina chorava, esperneava, gritava. A babá, coitada, sem saber o que fazer, implorava que ela colocasse a touca, os óculos. “Vai, querida, entra na piscina, a professora está lá…” A molequinha a berrar estava e a berrar continuou. Não houve técnica que convencesse a menina a entrar na piscina para a aula de natação. Do meu lado, a babá conversava com outra babá. Porque…

Destacado

As confusões do bilinguismo.

Ontem eu estava revendo um dos vídeos do Mães em Rede e vi os filhos (lindos e fofos) da Rosane conversando com ela em espanhol e ela sempre falando em português, e percebi o quão interessante, engraçado, complicado e desafiador pode ser essa experiência do bilinguismo. Já tive inseguranças sobre o assunto, mas hoje estou um pouco mais tranquila. O Noah demorou pra falar de um jeito que a gente entendia, vendo vídeos antigos dele, percebi que muita coisa eu não entendia porque ele falava em inglês. Ele ainda com seus 4 anos e meio fala o português super errado,…

Destacado

Vida Prática

Já faz um tempo estou pensando em quantas coisas práticas, para agilizar o dia a dia que eu aprendi desde que cheguei por aqui, a quase dois anos, e me vi as voltas com uma casa pra cuidar… O EUA é mesmo o país da praticidade, aprendi muito observando outras mães, vizinhos, professoras lidando com…