Para que eu quero descer!

Transito em SP Fonte desconhecida

Transito em SP
Fonte desconhecida

Sao 2 anos sem voltar a patria amada.

E 19 sem gostar de dirigir.

Estamos há 10 dias em São Paulo, pelo que me lembro, eu também não peguei no carro da ultima vez que vim para o Brasil, então são uns 4 anos dirigindo apenas na mão inglesa.

Resumindo, maridão fica de motorista pra todos os cantos, e eu fico que nem soldadinho do lado, olhando pra todos os cantos, só de vigilia.

Os primeiros dias a gente se confunde, tenta entrar no banco do motorista, o limpador de pára brisas é ativado mais do que devia ao invés da seta, se confunde com as mãos, mas nada ganha do trânsito caótico de São Paulo.

As vezes me pergunto se o carro tava na promoçao, “pague menos pelo seu carro sem seta”, porque esse acessório foi abolido do carro do paulistano, mas aí lembro da educação dos motoristas, onde um carro dar à seta é proporcionalmente igual ao carro do lado acelerar pra você não entrar na frente dele, really?, não sei aonde esse motorista ganha em não dar passagem ao carro alheio.
Ah e seta também é um dispositivo que serve pra disparar as buzinas dos motoboys, e esses se multiplicam mais rápido que coelho, basta um cair no chão, que logo milhares deles param pra saber do ocorrido, meio contraditório né, já que eles vivem tão apressados.

E as faixas?!? Oh god!! Onde no meu tempo, existiam 3 faixas, hoje são 5, quando não 6, como ultrapassar nessas faixas tão estreitas sem invadir a faixa vizinha? Você aí que ta pensando, ah mas que exagero!, tenho certeza que vive invadindo a pista alheia na hora da ultrapassagem!

E de repente, você tá tranquilo dirigindo, e tem que freiar “do nada”, porque o carro da frente resolveu parar no meio da rua, pra falar oi pro tio que tá andando na calçada, assim, como se a rua fosse dele. Ou senão porque tem uma cratera, onde nem sei se vale a pena desviar, pra cair em outro buraco ali mais a frente. A gente treme tanto andando de carro, que virou brincadeira pras crianças atrás, elas gritam áaaaaaaaaaa e dão risada ouvindo a voz tremer.

Não existe hora do rush, toda hora é hora de transito em São Paulo, as pessoas são mal educadas no trânsito, sem paciência (entendo completamente), e uma poluiçao sonora sem limites! E as ruas e avenidas não param, o barulho é 24/7.
Vivo atrasada por aqui, já que nunca sei que horas sair, 20km de distancia podem ser 30min ou 2hs de distancia….

Pelo menos dessa vez, fico só de passageiro, só observando…….

 

Comentar