Emoções Transcritas

A vida é a arte do encontro.

A vida é a arte do encontro.

Na noite de 01/07/15 fui ao show da turnê “Dois amigos, um século de música”,  de Gilberto Gil e Caetano Veloso. Assistir a um show desses longe do Brasil tem outros significados. Deu nisso… Aqui está um passeio por meus sentimentos de ontem , cantados por dois dos  gênios da MPB. Nem uma palavra do texto abaixo é minha, eles cantaram na noite de quarta-feira aqui em Londres,  em uma casa de show . Cada uma dessas frases tocaram minha alma. Foi um show maravilhoso: cantei, dancei , ri, e chorei.  Obrigado Gil. Obrigado Caetano. Obrigado Londres. Obrigado Brasil.

 

Alguma coisa acontece no meu coração.

Walking down Portobello Road to the sound of reggae

I’m ALIVE

Caminhando contra o vento , sem lenço, sem documento

Eu vou

I’m lonely in London and London is lovely so

É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi

Meu coração não se cansa de ter esperança de um dia ser tudo o que quer

Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim

Andar com fé eu vou que a fé não costuma falhar.

E não adianta nem me abandonar

Porque mistérios sempre há de pintar por aí

Pessoas até muito mais vão lhe amar

Até muito mais difíceis que eu pra você

Quem poderá fazer aquele amor morrer

Nossa caminhadura, dura caminhada, pela noite escura

Até onde essa estrada do tempo vai dar

Do tempo vai dar, ô menina do tempo vai dar

Porque eu vim da Bahia * contar

Tanta coisa bonita que tem

Tem meu chão, tem meu céu, tem meu mar

Terra para a mão firmeza

Terra para a mão carícia

Outros astros lhe são guia

I cross the streets without fear

Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim

Por mais distante

O errante navegante

Quem jamais te esqueceria

Solidão apavora

Tudo demorando em ser tão ruim

Tanta saudade

Preservada num baú de prata dentro de mim

Mas algum dia eu volto pra lá

Avisa lá, avisa lá avisa lá ô ô

Avisa lá que eu vou.

OBS: *Não sou da Bahia, mas aqui ela representa meu chão, meu céu, meu mar

Comentar