From abril, 2015

A história da Clara

Para celebrar o próximo dias das maes, vamos aproveitar este espaço do blog para contar histórias de mães que admiramos. Escolhi começar com a história da Clara, porque nao existe nada mais bonito que ver uma criança crescer. Crescer e se transformar em uma pessoa linda, valente, inteligente. Crescer e se transformar em mãe. Deixo aqui com vocês a…

Same shit.

Antônia chora porque perdeu o par ou ímpar. João chora porque quer dormir na minha cama. Eu choro de cansaço. Pedro chora escondido Cuca grita pra chorar Marília chora de saudade Carlos chora com jazz. Regina chora com carinho. Tarsis chora e sai de fininho. Gabriela chora pela filha. A filha chora por ela. Cada lágrima…

Eu vejo

Era um domingo qualquer e eu assistia relaxada algum filme no apê que eu dividia com minha amiga Maitê. Seria apenas mais um dia de risadas aos 23 anos que não lembraria depois de tanto tempo se não fosse por uma coisa. Enquanto passava o filme, precisei coçar meu olho esquerdo e nesse momento percebi…

Mudanças, separações, saudade e crescimento

Sempre gostei de mudar. Mudar tira você da zona de conforto, te faz experimentar coisas novas e, inevitavelmente, crescer. Embora tenha nascido e morado no Rio de Janeiro por 43 anos, as mudanças sempre estiveram na minha vida. Mudei muito de emprego e, mesmo quando fiquei no mesmo emprego por quase 15 anos, mudei muito de função ao longo do tempo. Mudei muito os cortes e cores de cabelo (kkkkk), mudei sempre e muito os móveis de lugar (para desespero de quem vive comigo), mudei de estilo de vida e fiz novas escolhas, em especial nos últimos dez anos, quando…

Praia, areia, sol e crianças.

Que a vida da gente muda depois que nos tornamos mae, isso todo mundo já sabe. Nossa vida nunca mais será igual, nem as noites, nem os dias, vc experimentará o mais lindo amor do mundo, etc etc… Mas sabe aquelas coisinhas que você sempre fazia, mas nem sonhou que um dia faria diferente?!? Minha…

Parkour não é para mim – Missão impossível 3

Lembra da série de como é viver perrengues por aqui? Chegamos ao último episódio, dessa vez já foi em terras britânicas. Lá vai. Eu sempre tive problemas com chaves… e com celulares também. Assumo, e já prometi tentar melhorar. Mas dessa vez não foi culpa minha. Ou foi? … Não sei… Era o sábado anterior…

Para emigrar

Em tempos de crise, seja econômica ou pessoal, muita gente se pergunta se não seria a hora de fazer as malas e buscar trabalho em outro país. O sonho de uma vida mais tranquila, mais respeito, menos violência ou, simplesmente, tentar reencontrar-se consigo mesmo, faz com que muitas pessoas comecem  buscar informações sobre onde viver…

Decifra-me ou Devoro-te: Cairo.

Semana passada contei para vocês sobre Sharm. Mas, estando no Egito, vamos ficar só na praia? Não, não pode. Uma vez lá, tem que ver as Pirâmides. Por mais que a praia estivesse uma delícia, principalmente depois desse longo e tenembroso inverno londrino, não podíamos perder essa oportunidade. Saímos de Sharm El-Sheik bem cedinho no…

Fora

Fui criança que sobe, que corre, que cai. Era como todas menos porque tinha um “cantinho”. Ficava entre a parede e o piano branco que hoje pensando, deveria estar nela encostado. Talvez não estivesse por isso mesmo. Ali morava com várias de mim. A que sobe. A que corre. A que cai. Tinha a bochecha quente, o pescoço de brotoeja, pés sempre descalços e encardidos, mas piolho não tinha. Nem medo de bicho, nem nojo de minhoca. Era no silêncio do cochilo dos meus pais que via lágrimas de açúcar a escorrer do pinheiro, formigas subindo nervosas pelo graveto enfiado…

Aprender a dormir

Esta noite, como tantas outras, Hugo acordou no meio da madrugada e veio para nossa cama. Nestes casos, temos três opções: não deixamos e o levamos de volta à sua cama, esperamos que durma e levamos para o seu quarto, ou abrimos espaço e aguentamos o menino que ocupa sozinha mais da metade cama de casal.  De todas as formas, as três opções terminam igual: pai e mãe não conseguem ter uma noite de sono direto, sem acordar nas madrugadas, sem ficar passeando de um quarto a outro. Sem se prometer que na próxima noite tentará dormir antes para compensar…