Arroz com Camarao e Verduras

Arroz com verdurinhas

Arroz com verdurinhas

A primeira coisa que aprendi a cozinhar foi arroz. Devia ter oito ou nove anos e fazia comida para as bonecas num fogãozinho de campanha, que o pai da minhas amigas Zuleica e Carlinha trazia do quartel do exército, onde era sargento. O fogão funcionava de verdade, usando álcool como combustível. Eram outros tempos…

Quando fui dividir apartamento, durante a universidade, minhas amigas perguntaram:

“- Você sabe cozinhar o quê?”

” Arroz!”_ respondi.

Embora desde os tempos das bonecas, nunca mais tivesse voltado a fazer. Minha mãe nunca me ensinou a cozinhar e, verdade seja dita, nunca me interessei muito pela cozinha. Mas, era aprender ou passar fome, então, desde este dia, era eu quem fazia o arroz de casa. E aprendi direitinho. Não apenas arroz, mas o trivial simples. Estou longe de ser uma grande cozinheira, mas não corro mais o risco  de passar fome ou comer miojo. E algumas comidas que faço recebem incluso elogios de toda a família, como é o caso do famoso arroz.

Porque na Espanha o arroz não é acompanhamento. Aqui o cereal que está em todas a mesas, todos os dias, é o pão. Arroz aqui é prato principal, comida de domingo. São a Paella, o Arroz com Bogavante (um fruto do mar maravilhoso),  o Arroz Caldoso, são tantos os tipos que só de nomear-los minha boca se enche d”água. A receita abaixo não é nenhuma delas. Ainda não me atrevo a passar uma receita de paella. Mas é de um arroz inventado por mim: Arroz com camarão e verduras. O problema, como foi inventado por mim, não estou segura das quantidades. Mas, enfim, usar o bom senso que tudo dá certo.

Arroz com Camarão e Verduras

Ingredientes:

– Arroz tipo bomba. Não o nosso compridinho, mas aquele redondinho.

Quantidade: duas mãos por pessoa.

– Camarão: para quatro pessoas, uns 300g de camarão sem casca. Também posso colocar mexilhão, que aqui é fácil de comprar.

– Um pimentão verde e outro vermelho cortados em cubinhos.

– Ervilha.

– Coração de alcachofra. Não sei exatamente a quantidade. Coloco pelo menos umas três por pessoa. Mas se não tiver alcachofra, não tem problema. Às vezes troco por espargos, vagem cortadinha, enfim, o que tiver à mão.

– Caldo de peixe (dissolver um destes cubinhos em um litro de água fervida)

– Dois dentes de alho

Usar uma panela mais plana que alta, para que o arroz não grude no fundo e se faça por igual.

Em uma panela separada, colocar a água para ferver e dissolver o cubo de caldo de peixe.

Refogar o alho junto com os pimentões e o camarão. Acrescentar a ervilha.

Em seguida o arroz. Deixar que ele frite um pouco junto com os outros ingredientes. Colocar as alcachofras.

Ir acrescentando o caldo de peixe pouco a pouco, para que o arroz não passe do seu ponto. Não precisa mexer. Vai provando. Se estiver duro, coloca mais caldo. Mas sempre de pouquinho em pouquinho. O arroz redondo demora mais a cozinhar que o nosso.

Eu não costumo colocar sal,porque o cubinho de caldo de peixe já tem sal suficiente. Mas, se quiser, pode colocar um pouco.

Quando o arroz estiver no ponto, apagar o fogo e deixar descansar por três minutos. E já pode servir.

Comentários

  1. Ro, arroz bem feitinho não é algo fácil de fazer. Tenho certeza que você é muito fera. Vou fazer seu arroz aqui em casa e faço questão de se no final tiver aplausos foca, dar o crédito devido. ;-D

Comentar