Desligada do outro lado do mundo

Imagine que muitos dos seus amigos e grande parte da sua família foi convidada para uma festa. Lá, todos mostram as fotos da última viagem, reclamam do governo, discutem política, comentam o noticiário e até ouvem música. Como diria o Pedro Cardoso, na peça Os Ignorantes, “situação normal de festa”.

Você também foi convidado. E até recentemente, conseguia ir nessa festa.

No entanto, seus pais são bravos. E você é um/a bom/boa filho/filha. Eles não deixam você ir à festa. E você não vai. Até tenta, mas nem consegue. Mora longe, não tem carro, nem carona e nem taxi. Além do mais, você é obediente.

Você aproveita o tempo sem ir a nenhuma festa para ler e refletir. Mas, claro, sente falta dos amigos e da família.

Eu moro na China.

Comentários

Comentar