Ano novo de novo…

goat

Feliz ano do bode. Ou do carneiro. Ou da ovelha. Tanto faz. O caractere em chinês é o mesmo para qualquer um desses animais 羊. E o nome é um só: yáng. Eu já tinha contado aqui o porquê dos animais representarem o zodíaco chinês. Esse ano, eu conto mais do bode que vai dar…

Os chineses acreditam que quem nascer nesse ano que se iniciou no último dia 19, vai carregar as características desses animais. Aqui, a ovelha é considerada um animal manso, passivo e que acompanha o rebanho. Portanto, há uma preocupação de que a taxa de natalidade no país sofra uma grande queda já que os pais não querem gerar filhos que não sejam líderes. Pode parecer bobagem, mas num país de proporções gigantescas as implicações vão desde a época em que a criança pode se matricular na escola até o uso do serviço público de saúde.

Se você nasceu em 1967, 1979, 1991 ou 2003, esse também é o seu ano. Cuide-se, pois os chineses acreditam que você encontrará muita resistência do universo nesse ano. O antídoto é usar vermelho. Especialmente roupas de baixo, pulseiras e cintos. Mas não exagere. O mau uso do vermelho pode gerar dores inesperadas e até mesmo má sorte.

Na China, essa época é chamada de Festival da Primavera (e não ano novo chinês, como muitos pensam). Aqui em Pequim, a cidade fica vazia e quieta, a não ser pelos fogos de artifício, que apesar de proibidos pelo governo, são responsáveis pela barulhada noturna.

Os chineses aproveitam essa semana de feriado para visitar os familiares em outras cidades, gerando a maior migração humana que se tem notícia no mundo. Imaginem cerca de 500 milhões de pessoas movendo-se pelo país, lotando aeroportos e estações de trem.

Para evitar a calmaria, a família Firinfinfim tomou o rumo sul e aportamos no Vietnam, onde eles também celebram o ano novo, mas com diferentes tradições. Mas essa longa história eu conto depois. Por enquanto, ficamos no 新年快乐, ou Xīnnián kuàilè, feliz ano novo. De novo.

Comentários

Comentar