From janeiro, 2015

Aonde o tempo foi parar?

Uma vez me falaram que a cada ano que passa o tempo passa mais e mais rapido. E não é que isso é verdade! Parece que foi ano passado que eu vim cheia de medo “morar fora”, e esse ano completo 10 anos de Australia!! As memorias do dia que meu filho nasceu são tão vivas na minha cabeça, e ele acabou de completar 4 anos. E ainda por cima minha caçula completa 01 aninho na quarta feira. Me pego pensando “o que? 01 ano?” Gente ela nasceu outro dia não foi?!? E eu então, completo 37 anos esse ano,…

Spiritus Et Corpus

Nunca acreditei muito nessa coisa de resoluções, mas, no começo desse ano, pela primeira vez na minha vida, resolvi fazer a tal da lista . Uma das resoluções diz respeito à espiritualidade: “cuidar mais de nossa espiritualidade”, foi o que escrevi. Fui criada dentro da tradição católica: batismo, primeira comunhão, casamento. A gente vai na igreja, estuda sobre a Bíblia, se veste bonito, tem a festa, paga os pecados, e estamos todos abençoados. Desculpe a versão simplista , e por favor não me interpretem mal, nenhum julgamento no que acabei de dizer. Não sou de ir na Igreja, não tenho…

Céu na terra

A família da roça saiu em viagem para reencontrar a cidade. Vicente maravilhado olhava o arranha-céu de baixo para cima e perguntava: “O que é isso que sai da terra e chega lá no céu?”. Bento, feliz da vida, procurava um Shopping Center. Eu, João, Graça (mãe do João) e Renato (seu companheiro), quietos, observávamos as reações das crianças que agora vivem no campo e não iam à civilização há 5 meses. Singapura é uma cidade próspera, moderna, fácil, segura, calma, arborizada, e cheia de atrações para crianças. Por alguns segundos, achei que a felicidade suprema passou por aquele lugar.…

Despedidas

Esta semana, voltamos para os Eatados Unidos depois de um mês no Brasil e, com esta conversa de morte e perda por aqui, nossa despedida me fez pensar. Uma coisa que eu já tinha sentido na minha saida e que ficou ainda mais claro agora, é que a despedida pode ser uma experiência muito rica! Existe naquele momento, uma possibilidade de dizer ao outro como e porque ele é importante, de abracar bem forte para guardar o outro dentro de si e, principalmente de relevar, de perdoar as pequenas coisas, de focar no que é realmente importante naquele relacionamento. Mesmo…

Conhecendo os Pirineos

Quem vem do Brasil de férias para a Espanha, normalmente conhece Madri e Barcelona. Alguns mais viajeiros arriscam Sevilha, Granada, talvez Santiago de Compostela, mas pouca gente conhece os Pirineos. O que é uma pena, porque é sem dúvida um dos lugares mais bonitos que já vi, com diversão garantida para toda a família em qualquer estação do ano. Claro que parece estranho sair do Brasil para buscar natureza na Europa, isso a gente tem de sobra. Mas a montanha é para mim é um lugar mágico, que impressiona e, para quem gosta de esporte e aventura, uma oportunidade para…

De areia

E a gente é feito de que? De dias iguais. De escola. De língua. A gente é de rotina, de conta, de banho. A gente é de precisar, de querer, de ganhar. De guardar, de juntar. De tralha. Acampar é parte da minha história, mas longe da visão de vida prática do Pedro. Mesmo assim, nunca desisti de tentar convencê-lo que a graça do programa está nas dificuldades. Mas o inverno resgata as tradições beduínas e nesta época, o apelo para a aventura no deserto está em toda parte. Na conveniência de encontrar todo o aparato necessário a cada esquina enxerguei…

Quem mora fora quer amigo brasileiro?

Quem mora fora descobre, nos amigos que vai fazendo pela estrada, uma nova família, um novo suporte. Mas isso não significa que eles precisam ser apenas outros brasileiros. Há e deve haver espaço para abrir corações e mentes, para descobrir e provar de outras culturas. Mas também pode ser bom ter aquele ombro que entende o que você fala e sente, na sua língua. Confira as experiências, boas ou nem tão boas assim, das nossas mães espalhadas pelos quatro cantos do mundo.

Nossa primeira “Family Camping Trip”

Quem me conhece sabe que acampar em família é de longe algo que estaria na minha bucket list. Acampei duas vezes na vida, as duas na Austrália e sem filhos. E confesso que essa coisa de dormir em barraca, não ter banheiro por perto, não me agrada muito não. Mas como depois que a gente tem filho…

As várias faces da morte.

“Mãe, amanhã temos uma visita de campo a um cemitério. Não quero ir. “ No mesmo momento que ouvi essa frase, lembrei do texto da minha amiga Mãe em Rede, Rosane de Zaragoza, publicado essa semana, sobre como a morte vem rondando a cabecinha de Hugo. E pensei… agora me toca. Com os maiores também é um tema mal resolvido. A proposta da Escola era , já que eles estão estudando o movimento gótico na literatura e na arte, vamos in loco, aprender com a vivência. Talvez a escola não tenha considerado que a vivência inclui também , apesar de…

Soy loco por ti America

Animada e um tanto solitária na tarefa de representar o Brasil no dia em que se comemora a reunião das nações em Dubai, cheguei pontualmente à reunião na escola das crianças. Sala cheia, tititi, tatatá, até notar que estavam organizados em grupos, falando suas próprias línguas. E eu… ali. Bem ali. Aqui ó. Tá vendo? Do Brasil… sabe? Futebol? Caipirinha… gente fina… Tá, já sei… tem bunda de fora também. Naquilo que parecia um vácuo de silêncio na festa, de rompante levantei o dedo e perguntei: “Any brazilians here?” Sentada na primeira fileira, de brinco de pérola e cardigan correto,…