Mãe brasileira na Austrália, nova blogueira na nossa rede

Ola!
Eu sou a Priscila, 35 anos (!!!!) e moro na Australia.
Foi a Ro Munhoz que me apresentou ao Maes em Rede, achei a ideia do blog muito bacana, e ela me perguntou se gostaria de participar e nao precisei pensar duas vezes pra aceitar.
As vezes nem eu sei como vim parar tao longe 🙂 mas em 2005 me senti extremamente perdida na minha vida, e eu precisa ir….ir pra algum lugar bem longe e enfrentar os meus medos.
Eu tinha 27 anos quando decidir estudar ingles na Australia, passar 6 meses ou quem sabe 1 ano fora, e assim foram 30 hs de choro sem parar ate chegar na Gold Coast, mas depois de muito choro eu fui viver, me virar sozinha, lavar minha roupa, limpar a casa, e aprender a cozinhar, e assim sem saber quebrar um ovo eu fui trabalhar em um restaurante servindo e cozinhando 😱 e foi quando finalmente eu comecei a me sentir gente grande.
O destino foi muito bom e me apresentou pessoas maravilhosas nessa nova jornada, entre elas meu marido, começamos a namorar e em 2 anos fomos morar juntos, mais um aprendizado, morar com um menino!!!! Nao foi facil rsrsrs mas com certeza valeu a pena!
Em 2008 mudamos de cidade, fomos para Sunshine Coast, uma cidade menor (ainda!) e em 2009 nos casamos no Brasil.
 Estavamos no lugar perfeito pra começar uma familia, entao em 2010 fiquei gravida do Noah, tive uma gravidez tranquila, meus pais vieram para o nascimento, mas 40 semanas e nem sinal do Noah querer nascer, eu em pleno verao Australiano estava explodindo de gravida, e eu ate entao nao tinha noçao do que era a polemica entre PN x PC, pra mim como passei a gravidez toda aqui, achava que o normal era isso mesmo, esperar entrar em TP e correr pro abraço.
Mas o Noah quis complicar um pouquinho, com 40 semanas e 5 dias minha bolsa começou a vazar, passou a noite e nenhum sinal dele querer vir, entao fomos pro hospital na manha seguinte, fui induzida na veia, passamos o dia esperando, e nada, e se eu tivesse alguma noçao acho que nao teria arriscado tanto, mas aqui na Australia, cesarea só em ultimo caso, tive que falar tchau ao meu pai no hospital, porque ele ja tinha adiado a volta dele e agora tinha que ir embora.
Depois de longas 14hs fomos pro push push com direito a extrator a vacuo (quebrado na cabeça dele) e forceps, mas ele nao vinha, nao saia, nao tinha espaço, entao corremos pra cesarea de emergencia, e ele nasceu no dia de reis, enorme e saudavel, e eu sem reaçao alguma, eu estava exausta!!!!
 E ai começou a minha nova jornada, eu nao tinha ideia do que era ter um bebe, que eles choravam pra tudo, o Noah me ensinou tanto ja nessa vida, ele foi um bebe muito bonzinho apesar do seu refluxo, e com o refluxo dele eu aprendi e entendi como o sistema de saude aqui eh diferente do Brasil, e chorei, penei, ate entender que medico é pra curar, e nao pra perguntar que leite dar ou como começar a papinha, pra isso temos as midwifes, elas sao santas na vida de uma gravida e de uma new mum.
Em 2013 a vontade de dar um irmaozinho (a) pro Noah cresceu, e logo engravidei da Luana, mas essa gravidez foi chata, doída, cansativa e estressante, entao a Luana teve que vir antes, 37 semanas e 4 dias, dessa vez meus pais chegaram atrasados rsrsrs.
Eu tive pre eclampsia, e minha maior preocupaçao era com quem deixar meu filho, isso me tirava o sono, meu filho nunca dormiu fora de casa sem os pais ou os avós, essa é umas das parted ruins de morar fora sem familia perto, mas Deus sabe o que faz, e na falta da familia, temos amigos maravilhosos aqui, que nos ajudaram muito.
Luana veio perfeita, e o Noah, bom, foram 2 meses que eu e meu marido quase enlouquecemos, o Noah tinha surtado, ele sempre teve muita da nossa atençao, e agora tava ali tendo que dividir os pais com a irmã, mas como tudo passa, passou 🙂 e ate que rapido, hoje a Luana esta com 14 semanas e o Noah um amor com ela, e voltou a ser o good boy de sempre.
A vida ficou mais corrida, mas muito mais alegre, eh uma sensaçao de que agora estamos completos, mas cansa muito tambem, mas isso fica pra outro post.

Comentários

  1. Oi Priscila, eu adoraria conhecer a Austrália, mas confesso que tenho um pouco de medo. Medo de não querer voltar. kkkkk. Essa tá na minha lista. Seja muito bem-vinda! beijão!

  2. Olá Priscila! Sou Lívia e acabei de chegar em sydney. Qdo comecei com o visto, não sabia q estava grávida e mesmo assim, vim para ká… Mas, confesso q estou preocupada, pois não tenho nenhuma referência de médicos. Estou a uma semana tentando agendar um GP (clinico geral) e até agora nada. Será q vc pode me dar uma ajudinha??? Se o médico(a) for brasileira seria perfeito, pois o meu inglês ainda não está nada bom. Te agradeço muito, caso possa me ajudar. Um grande abraço, Lívia

    • Olá, sou Camila, tenho 32 anos e sou Designer de Interiores. Acabei de chegar em Sydney para estudar Ingles e meu marido fazer uma pós. Como não sei falar Ingles ainda pretendo começar a vida aqui como baby sitter em casa de mães brasileiras. Caso você precise, podemos nos ajudar! Essa semana vou fazer o curso que precisa e o de primeiros socorros.

      Beijos,
      Camila.

Comentar