O que é um ponto branco num parque em Lima?

Uma das coisas que mais me encantou quando cheguei a Lima na minha primeira vez , ainda para visita de reconhecimento do país, foi a quantidade e a beleza dos parques. Todos eles muito bem cuidados, com flores sempre lindas, limpos de cocôs de cachorro e cheios de vida.

Estava aflita sem saber o que encontrar quando chegasse no Peru, e confesso que foi como um alento ver existência de natureza numa cidade desértica.

É bem verdade que os parques estão quase todos concentrados nos bairros mais “desenvolvidos” da cidade, como Miraflores, San Isidro, Chacarilla, La Molina e, infelizmente esse não é um privilégio da população em geral.  Mas se você pode morar num desses bairros, ah….que delícia é caminhar, correr, levar o cachorro e as crianças para brincar, fazer um picnic ou apenas sentar na grama e contemplar a natureza, procurar  esquilos, escutando os passarinhos e….vendo PONTOS BRANCOS.

Aqui existe um costume forte de babás. São babás de crianças e babás de idosos. Até babá de cachorro já encontrei por aqui.  As “nanas”. Essas dezenas de pontos brancos fazem parte da paisagem diária dos parques. Me choquei ao ver que a maioria das mães nunca estava presente, não disfrutava daqueles momentos com os filhos. Deviam estar trabalhando, obvio, pensava eu. Curiosa, após uma rápida pesquisa entre algumas dessas “nanas”, pude constatar que a maior parte dessas mães não trabalhava, simplesmente preferia ter ajuda para poder ter a sua liberdade. “Mas onde elas estão agora?” perguntei a uma das nanas. “Ah, senhora, elas vão ao clube, a peluqueria, almoçam com as amigas….eu que cuido do bebê o dia todo mesmo”. Choquei ainda mais.

Liberdade individual, quase egoísta essa. O mais curioso é que, as mães que costumo ver por lá são quase todas estrangeiras.

Confesso que acho tudo isso um pouco triste, pelos filhos e pelos pais que se privam de momentos importantes. Mas esse é apenas um pedacinho da diferença de cultura que vemos por aqui.  E não acho que exista certo ou errado, apenas costumes diferentes do nosso. Não julgo o amor que elas tem aos filhos, porque certamente ele está lá.

Bom, fato é que se você vier para Lima, não deixe de visitar os parques, sentar, aproveitar o que de lindo a cidade pode te proporcionar. As nanas estarão lá, em peso. Mas são os esquilos e os pássaros que vão mesmo chamar a sua atenção.

ImageImage

Image

Comentar