Tempo, tempo, tempo

Setembro no hemisfério norte significa volta à rotina. Fim das férias de verão, volta à escola e ao trabalho. E, uma vez mais, a ginástica para conciliar os horários das crianças e dos adultos, sempre complicado, e mais ainda se acrescentamos as aulas de esporte, que este ano os meninos decidiram fazer. Sem esquecer o…

Últimos posts

Destacado

Fazendo “arte”

Toda criança apronta. Normal. Não seria criança se não aprontasse. Mas teu filho já fez uma daquelas traquinagens memoráveis? Daquelas de nos matar de vergonha? De desejar sumir? Sábado passado almoçamos com um grupo de amigos e, hora da despedida, enquanto os adultos estavam distraídos dando beijos, o menor da turma, de quatro anos, pegou…

Destacado

Terror

Dizem que o Rio de Janeiro e Barcelona se parecem, mas não é bem assim. As duas têm mar e morros, porém não conheço dos carácteres mais opostos que o do carioca e o catalão. E no final das contas as cidades são as pessoas que nela habitam. Sim, Rio e Barcelona tem praia, mas…

Destacado

Ilha enamorada de mim

Bali não te abraça. Te testa. É que nem homem safado. Que te chama, te beija, depois te larga e não liga. Só que é homem de cangote cheiroso, daquele tipo gostoso, que te chama de novo… de novo… de novo. Ilha-homem joga comigo mas, meu amigo… Não vês que também sou caprichosa? Tu me…

Destacado

Reflexões sobre a educação

Desde pequena convivo com este tema, mãe educadora, tias educadoras, desde sempre frequentei espaços onde se pensava sobre o ato de educar. Educar, do latim educare, educere, significa literalmente “conduzir para fora” ou “direcionar para fora”. A definição já traz em si um propósito de mundo, de ampliar a visão do “olhar”, ou melhor, ampliar…

Destacado

Em 2560.

Moramos no final de uma rua sem saída, cercados de muito verde na janela mais alta em que já vivemos (7o andar pode ser altíssimo para quem nunca morou em prédio com elevador) e segundo as crianças, estamos perto do céu. E às vezes até acho que estamos, mas vivemos mesmo a cinco minutos de uma…

Destacado

A menina

As fotos que ilustram este post são da artista japonesa Chino Otsuka e me fascinam desde o primeiro dia que as vi. As duas meninas da imagem são ela mesma: quando era criança e já adulta. Ela se insere nas fotos da infância com tal maestria e delicadeza que parece que de fato estava lá.…

Destacado

Recusei oferta de emprego

Estava na sala de espera do dermatologista para cauterizar “olhos de peixe” na sola dos pés das meninas, “molusco” na barriga do menino e no bumbum da menina mais nova. Meio da tarde. A criançada impaciente. O celular tocou com uma oferta de emprego (!!!!), horário comercial e duas viagens por mês nos fins de…

Destacado

Vamos falar sobre comprometimento?

Lucas está com 14 anos, quase quinze, e termina o ensino fundamental no fim do ano. Sempre foi um ótimo aluno, daqueles com boletim só no azul, notas acima de 8,0 nos piores resultados. Nunca ficou em recuperação. Mas este ano surgiram os 7,0. E notificações da escola sobre deveres incompletos. Uma, duas, três vezes,…

Destacado

Medicinas

A morte por uma otite de um menino italiano de sete anos, que em vez de receber antibióticos, foi tratado com homeopatia, comoveu e incendiou o debate sobre tratamentos médicos alternativos em toda a Europa. Aqui na Espanha, já tramita no Congresso que este tipo de medicamentos (homeopáticos) venham com uma advertência alertando que não…

Destacado

Dias desafiadores maternos

Desafio é o nome da vida das mães. E eles mudam de acordo com a idade dos filhos e das fases das nossas vidas. Nesse dia das mães, perguntamos à nossa rede que desafios elas estão encarando nesse momento. Mudanças, namoros, limites, conexões, tecnologia, futuro. Veja o que cada uma está desafiando por agora. Adriana Flora…

Destacado

Aprender sempre

O menino trouxe o seguinte problema para resolver: a pessoa A tinha 35 centavos para gastar em balas. A pessoa B tinha 15 centavos. Escolhe entre as moedas ao lado as que elas usaram para comprar os doces (tinha desenhos de duas moedas de 20 centavos, duas de cinco, duas de dois, uma 10 e…

Destacado

A vida aqui

Esta semana comecei um texto sobre a escola dos meninos – um dos nossos temas fetiche no Mães em Rede – quando percebi que passei meu feriadão respondendo à perguntas de amigos e conhecidos sobre a vida na Espanha. Gente pedindo informação sobre viver fora, querendo sair do Brasil, cansados da política, da insegurança, cansados…

Destacado

Patinho Feio na Páscoa

A chuva começou a cair fininha, outono. As folhas da jabuticabeira amareladas, da romãzeira, abandonadas. É a Páscoa que se aproxima e nos jardins das escolas waldorf as árvores balançam seus ovos de galinha pintados pelas crianças. Nas salas de aula a “mesa de época” lembra que é momento de transformar, lagartas de lã em…

Destacado

Mergulho no escuro

Texto de Marcela Petraglia, especial para o Mães em Rede. Quando nasce um filho, a mãe é lançada no escuro de sua psiquê. Enquanto a criança passa pelo canal vaginal e luta valentemente pelo direito de conhecer a luz, a mãe é sugada para dentro da obscurecida memória de alguém que foi e nem lembrava…

Destacado

Amor

Em uma manhã de inverno, lá estava ela na fila para entrar em classe. Um sorriso a mais entre os meninos e meninas de quatro anos. No final do dia, perguntei a Carol: – Tem uma amiguinha nova na turma? – Sim, a B. (sigla fictícia). E não pensei mais no assunto. Um amigo novo…

Destacado

Sobre números, letras e amor

Texto de Orjana Oliveira, especial para o Mães em Rede Ah! Seus números e letras, vocês podem vir, mas por favor, não venham em forma de cobrança, de necessidade, tá? Sabem por quê? Porque ela ainda tem seis anos, ela adora brincar, gosta de se sujar, de subir em árvore, de correr com os amigos…Ah!…

Destacado

Educar para a igualdade

Carol pode passar horas desenhando. Hugo está sempre pulando pela casa e pedindo rua. Ela conversa com suas bonecas, ele coleciona figurinhas de futebol. Ela pediu para aprender ginástica rítmica no próximo ano escolar. Ele disse que quer provar o rugby. Não sei se estas diferenças se devem ao gênero, ao caráter ou aos dois…

Destacado

Competição aqui e no Império Romano

Em algum lugar do planeta, em uma classe de sexto ano de uma escola waldorf, as crianças entre 11 e 12 anos estudam o Império Romano. A cesárea do imperador Júlio Cesar, as origens da república, a necessidade do ditador entrar em campo nos momentos de crise, as guerras civis, um bocado de conteúdo a…

Destacado

Ser pais é padecer nos grupos de Whatsapp da escola

Dizem que a terceira guerra mundial vai começar não por causa da corrida armamentista de Donald Trump e sim por conta de uma briga entre pais (mais bem mães), iniciada no grupo de whatsapp da escola. Eu não diria tanto, mas nestes quatro anos que temos os meninos no colégio, já vivi algumas saias justas.…

Destacado

O primeiro ano do resto das nossas vidas

A brasileira Liliana Albuquerque vive em Londres com o marido Oscar. Esta semana eles celebraram o primeiro ano do seu filho Hugo. Lili conta aqui para a agente um pouco de tudo que viveu e aprendeu neste ano tao especial. Um ano… passou tão lento e tão rápido ao mesmo tempo. Acho que quem já…

Destacado

Eu vim de lá.

“Não é pouco saber dormir; para isso é preciso aprontar-se durante o dia. Dez vezes ao dia deve saber vencer-te a ti mesmo; isto cria uma fadiga considerável, e esta é a dormideira da alma. Dez vezes deve reconciliar-te contigo mesmo, porque é amargo, vencermo-nos, e o que não está reconciliado dorme mal. Dez verdades…

Destacado

A maternidade, o luto, o seguir

Vamos chamá-la de Maria, para preservar sua identidade, que, no fundo, não importa qual seja, porque não diminui sua dor, nem muda sua história. Ela tem 30 anos e um filho de 10. Trabalha como diarista, tem um pequeno salão de beleza em casa, parou a faculdade porque não tinha mais como pagar, mas sonha…

Destacado

Maternidade fora da história

A maternidade é sempre um acontecimento à margem da grande história, em que mãe e filho se conhecem entre quatro paredes, tentando ambos sobreviver à violência desse contato e também à violência do mundo lá fora – que não toma e não quer tomar conhecimento desses personagens marginalizados. É uma forma dura de descrever um…

Destacado

`As novas amizades que as mudanças proporcionam

A Thais Braga, em Londres, comemorou recentemente seu niver. E seu melhor presente foi descobrir que já tem uma família nesta cidade que a acolheu. Bom ano novo, Thais! Quando mudamos de país, mudamos de tudo: Cultura, alimentação, língua (na maioria das vezes), rotina, roupas, atividades, sonhos, criamos outras expectativas e amizades… Cheguei no ponto…

Destacado

A moda das “malas madres”

Aqui na Espanha faz muito sucesso o blog Club de las Malas Madres (Clube das Mães Ruins), onde muitas mulheres se desafogam e contam seus pequenos e grandes problemas com a maternidade. A maioria dos textos é divertida, mas o sucesso vem mais pelo fato destas mulheres contarem suas imperfeições e como a vida de…

Destacado

Histórias desencontradas de uma noite de inverno

Aconteceu neste Ano Novo. Na cidade de Ourence, na Galícia, não nasceu nenhuma criança no dia primeiro de janeiro. Sabe aquela matéria típica de todo jornal? Qual foi o primeiro bebê do ano? A simpática imagem da mãe exausta segurando seu rebento? Pois é, os repórteres foram aos hospitais da cidade e para surpresa geral…

Destacado

O picolé de uva e a percepção do buraco

Tomar um picolé de uva com as crianças após a escola. Sim, eu lembro disso como um dos maiores prazeres da minha vida nos últimos 11 anos. Muita coisa eu esqueci, noites difíceis, dificuldades para pagar as contas, solidão. O que era difícil, a memória sugeriu deixar pra lá e ficou o picolé de uva.…

Destacado

Ficar e partir

Teve o dia em que fiz a mala, a mudança, vendi eletrodomésticos, deixei meu amado Rio de Janeiro e fui para o Recife. Teve outro em que fiz três malas, mandei a mudança para a casa dos pais e vim para a Espanha. Em cada um destes dias teve lágrima, choro, saudade, vontade de ficar,…

Destacado

Reflexões de um natal que passou e um ano que está por vir

Aprender e ensinar o consumo responsável talvez seja das coisas mais difíceis da época atual. Muito fácil cair na tentação do comprar por comprar. Mas é isto mesmo que queremos para nossos filhos? Thais Braga, em Londres, começa o ano refletindo sobre como nossos hábitos influenciam nos nossos filhos. Este foi meu segundo natal em…

Destacado

Um presente para nossos filhos

Perguntamos para nossas Mães em Rede qual presente elas gostariam de dar a seus filhos no Natal de 2016. Independência, saúde, tolerância, tempo, cuidado com o outro. Confira as respostas de cada uma de nós e tenha também você um Natal de muita luz e amor.     Adriana Flora Em 2017 quero dar de…

Destacado

Aprendiz

Já faz quase nove meses que assumimos a educação dos nossos filhos em casa. Há quase um ano, era o tema que temperava os preparativos para mais um Natal balinês. Neste que se aproxima, já em Singapura, é alimento concreto, escolha inusitada, para alguns tresloucada, mas aquela que hoje faz mais sentido para o nosso…

Destacado

Oráculos

Acabamos de voltar de um delicioso fim de semana prolongado na praia. Claro que em dezembro, praia, praia mesmo, não dá. Mas vimos o mar, passeamos, comemos bem e, principalmente, tivemos tempo de sobra para brincar com os meninos: jogar às cartas, Ludo, correr pela areia. Enfim, tudo de bom. Mas nós quase não fomos.…

Destacado

Mães com saudade das mães

Thais Braga, de Londres, criadora do site #maezona, escreve para o Maes em Rede sobre uma das coisas que mais conhecemos: saudade. Vou agora correndo ligar para minha mae. Um dos grandes sacrifícios de morar fora é se afastar da família, não é? Outro dia estava conversando com duas amigas que também moram aqui em…

Destacado

Overparenting ou ser pais em excesso

Overparenting é uma das palavras da moda aqui na Espanha. Pelo menos nas matérias dos jornais e blogs dedicados a mães e pais. Aliás, quantos textos dedicados a mães e pais! Inclusive este aqui. E, por isto mesmo, a tal palavra de moda, que quer dizer ser pais em excesso. Estar sempre em cima do…

Destacado

Amanhecer com filhos

O despertador toca às 5h40, levanto e faço uma saudação ao sol que ainda não nasceu. Observo meus três filhos que nasceram ainda adormentados e penso nos meus dois filhos que não nasceram. Sinto todos eles comigo em mais um dia de vida e, assim, na simplicidade da existência, me dou conta que está tudo…

Destacado

Parir e tornar-se mãe

Já li tanta coisa sobre gravidez, sobre maternidade, são tantas opiniões e pontos de vista que me emociono de poder neste momento falar a partir do meu ponto de vista. Já havia vivido dois partos naturais, dos meus dois filhos que perdi, a Júlia e o Pedro. Mas nunca havia vivido um parto para “realmente”…

Destacado

O papel da mãe na sobrevivência da espécie

Nos últimos posts falamos de escola e educação.  Revelamos assim a influência da escolaridade e da atividade de trabalho da mãe na vida escolar das crianças. De acordo com pesquisas realizadas na França, as crianças aprendem mais e têm notas melhores quando as mães estão disponíveis para ajudar no dever de casa. O mesmo não…

Destacado

Hugo já sabe ler

Todas as manhas, a primeira coisa que Hugo faz é ir correndo até a cozinha e ler o menu do dia do refeitório da escola, que deixamos na porta da geladeira. – Len-te-jas com ar-roz . Carol! Carol! Hoje comeremos lentejas (lentilhas). Meu menino de quase seis anos já sabe ler. É emocionante vê-lo descobrir…

Destacado

Uma reveladora assembleia escolar de 7 horas

No último sábado, dia 5 de novembro, fiquei das 14h às 21h30 na assembleia para eleição dos pais que irão trabalhar na coordenação da escola waldorf dos meus filhos. Pensar, sentir e agir. As regras básicas da pedagogia antroposófica são mais contrastantes quando acabamos de sair do ensino público, centralizado pelas decisões do governo, para…

Destacado

Adolescentes do Paraná nos lembram que estamos no mesmo barco

Criamos nossos filhos preocupados com a competitividade. Conversando com uma mãe na porta da escola esses dias, chegamos à conclusão de que o problema da competição é da nossa geração. A dos jovens adultos de hoje é o individualismo e o narcisismo. Não sabemos como serão nossos pequenos melequentos quando serão grandes, mas duas adolescentes,…

Destacado

A história de um crime

Esta semana, comunidade brasileira na Espanha assistiu estarrecida e chocada a prisão de Patrick Gouveia, 19 anos, de João Pessoa, na Paraíba, assassino confesso de toda sua família com a qual vivia em Madri: seus dois tios, Marcos e Janaína, e os dois priminhos, de quatro e um ano de idade. Segundo suas próprias palavras,…

Destacado

O que vem, o que sai e o que fica.

Era o fim do dia e as crianças, felizes, brincavam com as vizinhas do prédio. Com eles tranquilos saí para me restaurar. Andava mesmo precisando mexer em qualquer coisa. Refletia sobre raízes, sobre o quanto gosto de sentir os pés firmes tocando o solo, esticar o tronco, me deixar crescer de um jeito em que…

Menina e o que vem pela frente - Foto de Raquel Almeida CC
Destacado

No dia das meninas, um mundo para todas elas. Nada menos

Sou mãe de dois meninos e de uma menina. Acredito num mundo bacana para todos eles e acordo e durmo trabalhando para isso. Por um mundo que respeite suas diferenças e diversidades, opiniões e escolhas. Mas esse mundo, especialmente o que se assoma nos últimos tempos, é de cara mais difícil para a minha filha.…

Destacado

DPP- Depressão pós-p…

O Mães em Rede tem o prazer de publicar mais um delicioso texto da Thaís Braga, de Londres. Thaís é a criadora do blog Maezona e escreve sobre aquilo que mais amamos: visitas !  O assunto da vez não é depressão pós-parto,meninas, mas pós-partida… Eu não sei vocês, mas toda vez que recebo amigos e família…

Destacado

A péssima mãe.

Às vezes eu não sou uma boa mãe. Normal. Toda mãe pensa isto em algum momento do dia. Mas eu estou falando sério. Conto algumas coisas para que vocês concluam por si mesmos e vejam que tenho razão. – Eu me confundo com a hora do dentista. Tenho certeza que é às 18h, chego às…

Destacado

Desrespeitaram Elena

Descobriram, na Itália, que Elena Ferrante pode ser a tradutora de alemão Anita Raja. Ela trabalha para a editora e/o, que publica os livros da misteriosa escritora italiana. Elena Ferrante, independente de quem seja, é a autora que tem revirado cabeças, corações e o mercado editorial nos últimos anos. Além de feminista, é mulher. Mergulha…

Destacado

Precisamos falar sobre preconceitos

– Ah, você é brasileira? Meu namorado também! Quem me apresentou foi minha professora de dança. A princípio não queria. Sabe como é… não gosto de morenitos (sic)… mas não é que ele é mais branco do que eu?! Fiquei muito surpresa em saber que no Brasil tinha mais brancos que negros! _ contou a…

Destacado

Entre piolhos e saltos

E nos primeiros dias de outono, na Itália, começam os primeiros ataques de febre e piolhos. Nesses dias nosso blog lembrou do equinócio, das mudanças de estação, na Europa recomeçaram as aulas e as mães que conseguiram aproveitar as férias de verão já dão de cara com os pequenos problemas cotidianos. Dias de trabalho perdido,…

Destacado

Maternidade em Londres em quatro estações

O blog Maes em Rede tem o prazer de contar com mais uma mãe convidada. Desta vez é a Thais Braga, criadora do blog  Maezona, que vive em Londres, quem escreve para a gente. Vamos acompanhando com ela a mudança nas estações do ano e da maternidade. Embarque nesta viagem colorida!   No Brasil não se vive nitidamente…

Sol se pondo na estrada - Raquel Almeida
Destacado

Sobre equinócios e recomeços sem fim

“Todo mundo tem um sonho para realizaaaar…” Oi, filha Você está aí cantarolando no chuveiro, seu momento particular de felicidade. E hoje é dia de equinócio, de primavera por aqui e de outono em outros cantos do mundo. É a data única em que dia e noite ficam do mesmo tamanho, exatas doze horas. Duas metades.…

Destacado

Filhas afogadas pelas mães na Era de Aquarius

Viúva, mãe de três filhos. É a descrição do personagem de Sônia Braga na sinopse do filme “Aquarius”, de Kleber Mendonça. O filme chamou atenção pelo seu aspecto político, urbanístico, cultural. Virou símbolo do conturbado momento politico brasileiro. A Clara de Sonia Braga representa a resistência, ao poder, aos cupins e…aos filhos. O filme tem…

Destacado

Fotografia, Aquarius e a memória dos objetos.

Nas férias em Natal, minha mãe pediu cópias das fotos dos seus netos que tao empenhadamente faço. “Imediatamente, claro”- respondi. Fui ao shopping do bairro e descubro que a loja de fotografia que existia ali não está mais. Resignada, peguei o carro e me dirigi ao shopping grande, que está no bairro ao lado. E…

Destacado

Surpresa mais que agradável

Há pouco mais de dois meses cheguei com minha família aqui no Wisconsin, EUA. Viemos de “mala e cuia”, como se diz. Apesar do bom pressentimento,  vim pra cá com um aperto no coração por estar deixando nosso apartamento, nossa rotina já estabelecida e, é claro, os amigos! Mas a maior preocupação era a adaptação…

Destacado

Burkini

Daqui de longe, ainda de férias no Brasil, venho acompanhando toda a polêmica do verão europeu, sobre a proibição do chamado “burkini” (a roupa de banho integral, usada por algumas mulheres muçulmanas para ir à praia) em algumas cidades do sul da França. E na proteção que sentimos dentro da casa da nossa mãe, me…

Destacado

Sonhos de uma noite de inverno

Shakespeare não se interessou pelos sonhos de uma noite de inverno, em que o corpo da mãe precisava esquentar o corpo sacudido pela tosse da filha de quatro anos. Tosse seca, “de cachorro”, o resfriado evoluindo como sempre para uma laringite. “Oberon!! Onde você está? Pede a Puk que pingue um pouco do líquido das…

Destacado

Minhas filhas contra Rafaela Silva, a judoca medalha de ouro

No dia seguinte em que a Rafaela Silva ganhou a medalha de ouro no judô, milhares de outras meninas estavam indo pra escola. Entre elas, minhas filhas. Falamos da vitória de Rafaela como um grande acontecimento, demonstração de que os excluídos podem ser incluídos na história com esforço e determinação. Pensamos nas oportunidades da vida,…

Destacado

Uma gravidez de risco, num novo país

Estar grávida já é por si só uma grande mudança, estar grávida e mudar para um novo país é desafiante. Ou melhor, tem sido para mim. Não é minha primeira gravidez, mas é a primeira gravidez que passo da vigésima terceira semana! Sim, já perdi duas vezes, a primeira por volta das 20 semanas e…

Destacado

Vida dura nas escolas italianas

Vida de estudante do ensino fundamental na Itália é difícil, uma escravidão de deveres e provas. Apesar de começar bem na educação infantil, com métodos inovadores e que dão muito espaço para a criança se expressar, como a pedagogia montessoriana e o Reggio Children, a partir do primeiro ano a escola vira uma roda viva.…

Destacado

San Sebastián

Você quer vir de férias para a Espanha com a família e gostaria de alguma dica? Pois saia do roteiro programado de Madri/Barcelona e se arrisque pelo norte do país.  Pertinho da fronteira com a França, cercada pelo Atlântico de um lado e a serra de Aralar do outro, está a cidade de San Sebastián,…

Destacado

Viajando com crianças – Dicas pra minimizar o stress

Sempre vejo muitas mães perguntando o que fazer e como entreter as crianças em viagens longas. Bom, acho que sobre viagem longa, a gente entende um pouquinho (rs), e com duas crianças de 5 e 2 anos deu pra juntar bastante dicas de como entrete-las o máximo possível, por isso resolvi dividir aqui o que fazemos nas nossas viagens. Nossa viagem começa bem cedo, é viagem de carro, horas em aeroportos, e o total de 3 aviões, isso quer dizer que são 3 subidas e 3 descidas, que pra mim, são os piores momentos da viagem pras crianças pequenas, e pros…

Destacado

Muito de mim

Cá estou eu, há exatos 60 dias vivendo em Lisboa, Portugal.   Sou paulistana, nasci e vivi maior parte da minha vida no ritmo cosmopolita de São Paulo. Em 2011, mudei radicalmente meu estilo, e fui morar no Capão, uma cidade rural, no coração da Bahia, 400 habitantes, porém posso dizer que foi a zona…

Destacado

De onde a gente é

11 anos  em Zaragoza e esta é oficialmente a cidade onde morei por mais anos seguidos. Bem, se somo tudo, vivi mais tempo no Rio de Janeiro. Mas nesta cidade tive muitas idas e vindas. Nasci no Rio, mas em seguida nos mudamos para o Rio Grande do Sul e, ato contínuo, para o Amazonas…

Destacado

Resiliência

É a propriedade que alguns materiais têm de se dobrar ou de se deformar suportando um determinado stress aplicado a ele. Nós todos, uns mais, outros menos, somos resilientes também. Cada um de nós tem a capacidade de se adequar a novas situações, de se confrontar com situações novas, absorvê­-las e se adaptar a novas realidades. É uma…

Destacado

Curtinha

Estávamos na Barra da Tijuca, eu e minha amiga Ana Cristina, amizade de tempo recente e intimidade antiga. Nos conhecemos na Pós-graduação em psicopedagogia, que fazemos juntas no Pro-Saber. Rumo ao trabalho de grupo, numa quinta-feira chuvosa e bem fria, fria pra carioca e pra europeu também, paramos num sinal. Veio o menino, pé descalço,…

Destacado

Mudando e se desapegando

Quem decide se mudar para outro país, tem sempre o desafio de decidir o que levar e o que deixar para trás. Perguntamos a algumas de nossas mães o que elas carregam e do que se desapegam.  Adriana Flora Toda mudança, principalmente de país, traz vários desafios e exige  planejamento. Mas qualquer mudança é com…

Destacado

Entre pais de autistas na Itália

Em Pisa faço parte do grupo de pais de crianças do espectro autista. Um esforço coletivo para que os filhos sejam iguais a todas as outras crianças, apesar de inevitavelmente eles se comportarem de jeito diferente. Recebemos orientação da Fundação Stella Maris, da Universidade de Pisa, na praia de Calambrone, a minha praia esse ano.…

Destacado

Sai de mim, forasteira!

A mordida não era profunda, mas as piores cicatrizes nem sempre estão na superfície. Ser atacada por um cão, com menos de dois meses de casa nova em Singapura, me tirou o centro. A lesão tocou em outro canto, atingiu meu novo mundo, no qual eu havia começado a sentir um aconchego, a cada dia…

Destacado

Regar a semente e pendurar roupa no varal

Ando pelas ruas de Pisa olhando as sacadas no fim de tarde. Mulheres cansadas pendurando roupas no varal. Penso no olhar dolorosamente triste de Giada. Penso no meu olhar infantil dolorosamente triste quando meu pai não aparecia domingo para me “visitar”. Giada não espera nunca. Ela tem 10 anos. Ela nunca viu o seu pai.…

Destacado

Terminar para recomeçar

A Hugo terminou o Jardim de Infância. Viva ele! Em setembro, meu menino de cinco anos (e meio, ele me corrige) começará uma nova etapa na escola primária. Foram três anos de educação infantil – como dizem aqui na Espanha – que correspondem a metade de sua vida. Três anos para Hugo é um mundo. Entrou…

Destacado

Quando você sai do Brasil, mas o Brasil não sai de você

Ja falei isso por aqui, e agora com a crise cada vez mais aumentando no Brasil, muitas famílias estão tentando desesperadamente achar um “país” pra morar. Tenho visto muita gente não só tentando sair do Brasil e, os que já estão por aqui, estão fazendo de tudo pra ficar. Aqui na Austrália, as cidades grandes…

Destacado

Alemanha: a primeira mudança a gente nunca esquece

Lembro como se fosse hoje a dificuldade que foi tomar a decisão de me mudar para a Alemanha, mesmo sabendo que seria por apenas dois anos. Significava parar de trabalhar, encarar a Alemanha sem falar uma palavra de alemão e de quebra eu tinha apenas três meses de casada. Ainda estava me acostumando com a…

Destacado

O menino dos olhões

Esta história que vou contar aconteceu há muito tempo. Há uns 20 anos. O nome dele começava com W. Esqueci se Watson, Wellington, Wagner, Walter… Vocês não vão me perdoar por este esquecimento depois que eu contar a história. Nem eu me perdôo. Trabalhava como estagiária na Campanha Nacional pela Reforma Agrária, no Ibase, ao…

Destacado

Trabalhar por dinheiro

Uma das minhas alunas de fotografia me disse toda feliz , que não poderá estar na última semana de aulas, porque irá aos Estados Unidos trabalhar como faxineira durante o verão no Hemisfério Norte e, ao mesmo tempo, aprender inglês. Isto na mesma semana em que viralizou na internet brasileira o depoimento de outra jovem, mais…

Destacado

Elena, fale comigo!

Foram dois meses com Elena Ferrante. Não sei nem se ela existe. Se o nome dela é esse mesmo. Mas por dias e dias, era a voz que eu mais ouvia, quem me fazia companhia nas horas de silêncio, quem preenchia os meus momentos vazios. É o nome que assina os livros, mas não sabemos…

Destacado

É definitivo?

Percebi que essa é a primeira pergunta que me fazem quando digo que estou de mudança. Daqui a um mês me mudo pela quinta vez para o exterior. E minha resposta foi mudando… No início, respondia prontamente: “serão dois anos.” Mudou para: “acho que entre 2 e 4 anos”. Evoluiu para: “definitivamente”. E atualmente respondo…

Destacado

Eu por mim

O grande jornalista Marceu Vieira escreveu este ótimo e divertido texto (se você não conhece o blog do Marceu, você não sabe o que está perdendo), em que ele se auto-entrevista. Responde à perguntas que ele acha que deveriam ser feitas, mas que nunca fizeram ou que fizeram, mas estavam todas dispersas pelo mundo. E eu,…

Destacado

Uma grande bola de bobeira

Tudo começou com um pão. Duas fatias de pão e uma fatia de queijo. O dia começando a nascer. Apenas começando. A mesa do café da manhã estava posta e Joana, a mãe, entregou ao filho Davi, cinco anos, duas fatias de pão e uma fatia de queijo depois do pequeno ter comido um belo…

Destacado

Filhos são uma função social ou é só amor?

Os filhos dos nobres sempre receberam atenção e estímulo para que fossem cultos e empreendedores. Depois foram os filhos dos burgueses. E agora é a classe média na tentativa de equilibrar trabalho e educação dos filhos. É comovente ver os pais que se sacrificam para pagar escola ou cursos de inglês. Mães que vão ao…

Destacado

Um triângulo das bermudas. Meninos imigrantes na escola italiana

Youssuf só fala francês e Anderson só entende português. Youssuf tem 13 anos e veio do Mali, Anderson até os 12 anos morou no Brasil. Hoje passei parte da minha manhã com os meninos tentando resolver um problema de um triângulo nada amoroso. O que os trouxe à Itália foi o amor. Mas aqui eles…

Destacado

Expectativas

Nestes dias de sol de primavera, quando o termômetro já passa dos 15º, não penso duas vezes: mando os meninos já de short e camiseta para a escola. Totalmente ao contrário das mães russas. Seus filhos ainda vão para o colégio com casaco pesado e gorro na cabeça. Isto sempre me chamou a atenção. Deveria…

Destacado

A maternidade, o melhor, o pior

Em mais um Dia das Mães juntas em rede perguntamos às nossas mães quais são as três melhores e três piores coisas da maternidade. Veja o que elas responderam: Beatriz Golzi, mãe de Bento e Vicente O melhor: 1 – Virar criança de novo. Entrar na loja de brinquedos e perder horas escolhendo coisas para…

Destacado

Fora d’água

Fui buscar Helena na escola e no caminho a pé pra casa ela me conta, tentando emprestar alguma normalidade à sua fala, claramente, escondendo um incômodo: “Sabia que hoje é a festinha da fulana? Todas as meninas foram. Veio uma van para levar todo mundo.” “É? E você não foi convidada?”, respondo, trazendo clareza para…

Destacado

Política para criança

No rádio do carro escutamos notícias do Brasil. Falam de um espetáculo circense protagonizado pelos deputados no Congresso Nacional. O tom é de chacota. De surpresa. De espanto. Falam da democracia em risco no gigante sul americano, como eles sempre se preferem ao nosso país. Hugo pergunta: “- Mamá, que está acontecendo no Brasil?” E…

Destacado

O dia em que assistimos Frozen

Meus filhos vivem em um estado constante de atraso tecnológico. Enquanto a maior parte das crianças ocidentais são antenadas com os últimos lançamentos de videogames, Nintendo, Wii, iPad ou já viram os filmes e conhecem todos os desenhos animados do Cartoon ou Discovery Kids, aqui em casa a mais velha lê “Pequenas mulheres”, o do…

Destacado

A estrada

A casa aberta, a sala quase vazia, o quarto desfeito, o desabrigo, o vazio, o cru, o selvagem, o potencial. O começar de novo. O espaço que convida ao silêncio, à reflexão, à gratidão, à admiração, ao respeito, à reverência. A escuridão que se solidariza aos fantasmas de toda uma existência, que aceita e afasta…

Destacado

Sem filhos

Numa das melhores cenas da última temporada de House of Cards (cuidado, pequeno spoiler), uma jovem mulher de político ascendente pergunta a Claire, a super primeira-dama, se ela se arrependia que não ter tido filhos. Claire a olha com surpresa e desprezo e responde com a pergunta mais temida: “- E voce? Se arrepende de…

Destacado

Ternura

Fiz um novo amigo dia desses de março. D., 22 anos, com deficiência intelectual, morador de uma comunidade na Zona Sul do Rio. Vive sozinho com o irmão de 23 anos, também deficiente intelectual. Foram abandonados pela mãe, doente mental. Ele me contou que todos os dias apanha de alguém de morro. Já tomou uma…

Destacado

A Europa do medo e o Brasil que assusta

Pelo que leio na imprensa brasileira e pelo que acompanho nas redes sociais, parece que os últimos atentados em Bruxelas não tiveram a mesma repercussão no Brasil que os anteriores em Paris. Mas vivendo na Espanha, um país que já sofreu tanto com o terror, vamos acompanhando quase minuto a minuto todas as notícias. E…

Destacado

Escolhas

Atualmente faz sucesso na tv espanhola uma série dinamarquesa chamada Borgen. É uma espécie de House of Cards à européia, que conta a ascensão ao poder, como primeira -ministra de Dinamarca, de Birgitte Nyborg (vivida pela atriz Sidse Babett Knudsen ). Birgitte é uma mulher de classe média, casada e mãe de dois filhos. Para…

Destacado

Nuvem

Ando enfeitiçada, emburrecida, viciada no canto daquele bicho azul. Quando ele canta, fixo os meus olhos no mato. Me abasteço da esperança de vê-lo novamente. Passado um tempo percebo que deveria mesmo é estar em outro canto, ocupada com meus afazeres e volto à vida normal. Tento me distrair dele e enquanto tento imagino que…

Destacado

Crescer

Esta semana ouvi de um rapaz de 23 anos, que ele não se considerava um adulto. Ainda se veia como adolescente. Sua maior diversão são os videos games, vive com os pais e não trabalha. E, principalmente, não considerava que isto fosse algo estranho.  Por um lado, admirei sua lucidez. Já é um grande passo…

Destacado

Alice, a maternidade não é o país das maravilhas

O saldo de hoje é uma mordida no meu pulso e um curativo. E depois um abraço e um pedido de desculpas. Do meu filho de 7 anos que levei para tomar a vacina contra a meningite. Na Toscana temos uma epidemia esse ano. Simplesmente tinha que obrigar o menino a tomar a vacina. Foi…

Destacado

Pelo direito de ser. Mãe ou não.

Sou mãe há 18 anos. E fui mãe três vezes em fases completamente diferentes da minha vida. Em dois casamentos diferentes, em distintas situações na carreira, em níveis de maturidade e inteligência emocional diversos. Tenho três filhos e um enteado completamente únicos, diferentes no físico, nos gostos, nas escolhas. Ser mãe nunca fez parte do meu planejamento de vida. Quando eu era criança, nunca pensava: “vou ter três filhos”. Pensava só que eu queria estudar, trabalhar e viajar pelo mundo. Nessa longa e tortuosa estrada como mãe aprendi, com muito sofrimento e alegria, a ser tolerante. A maternidade dá para qualquer pessoa…

Destacado

Iñigo

Uma das boas coisas de mudar de país é que também mudei de profissão. Ou melhor, acrescentei outra mais. Aqui em Zaragoza sou professora de fotografia. Há nove anos dou aula em uma escola especializada: Spectrum Sotos, a mais antiga escola de fotografia da Espanha. Nestes nove anos, tive a sorte de ter grandes alunos.…

Destacado

O segundo filho.

Um dia desses o Facebook me mostrou uma memória guardada de anos atrás, um video do Noah, q enquanto o pai mostrava os números bem rápido (de um puzzle gigante) o Noah falava qual número estava sendo mostrado, e na maioria ele sabia qual era o número, e pro meu espanto, ele tinha acabado de fazer 2 anos! Como assim? Ele sabia os números, de 1 a 10 e as formas geometricas com 2 anos? Notei também que ele estava de cuequinha!! Ai resolvi me aprofundar e lembrei que antes dos 2 anos além dele já estar desfraldado de dia,…

Destacado

A caixa das mães de minissaia

Para quem está longe de casa receber uma caixa é tão emocionante quanto um banho de cachoeira. O frio na barriga. O que será que vou sentir quando aquela água gelada atingir meu corpo? Na caixa que vem do outro lado do oceano Atlântico certamente virão sentimentos e recordações. Que podem ser um prazer –…

Destacado

Carnaval sem folia pelo mundo. E aí, como é?

Passar carnaval longe da folia no Brasil é bom ou ruim? Como foi esse carnaval 2016? Fizemos essas perguntas para as nossas Mães em Rede espalhadas pelo mundo. Confira aqui o que cada uma de nós sentiu dessa vez. Lívia Frossard Passamos o carnaval viajando e descansando nas Filipinas. Numa das noites eu cheguei a…

Destacado

Palavras

Minha querida amiga Jacqueline Muniz, grande antropóloga, passou anos me repetindo as palavras de Lévi-Strauss: “O pensamento se pensa.” Mas só ao mudar de país é que compreendi realmente o que esta frase quer dizer. Pensamos com palavras. É nossa língua que vai construir a nossa maneira de pensar e, por conseguinte, a nossa forma…

Destacado

Clichês

Todo mundo que mora fora já se deparou com os clichês que existem sobre como é o Brasil e os brasileiros. Tem os divertidas, os que irritam e até mesmo aqueles que a gente nem imaginava que existiam. Depois de 10 anos morando na Espanha, alguns já nem reparo mais. Mas ainda tem aqueles que…

Destacado

Tempo na escola

Neste momento aqui em Aragón, Espanha, estamos vivendo um intenso debate sobre como racionalizar e aproveitar melhor as horas das crianças na escola e, o mais complicado, como podemos melhorar a conciliação com o trabalho dos pais. Não, não é uma a tarefa fácil, em especial se temos em conta a pouca racionalidade dos horários…

Destacado

Primeiro dia de aula!

Aqui na Australia a escola começa no Prep e vai até o Year 12. Antes disso existem as opçōes daycare ou family daycare, as duas são bem carinhas. O Noah começou com pouco mais que 1 aninho no daycare (creche), começou indo 1 x na semana, depois 2x e ano passado ia 3 x na semana. O foco sempre foi muita brincadeira no jardim, e nesse último ano um pouco mais de aprendizado. Pensamos bastante aqui em casa se o Noah estaria pronto pra ir a “big school” (como chamamos aqui em casa) e diversos momentos eu pensei em segurá-lo…

Destacado

Mães que não se abandonam

Três novas mães caíram na minha rede. Ila é uma imigrante marroquina muçulmana, sempre de véu, com seus três filhos, que adora me abraçar, me oferece chá (como no Marrocos!) e me incentiva a caprichar na maquiagem. Micaela é uma italiana que não sabe como fazer para o seu único filho de 3 anos comer…

Destacado

Brasil quando é bom

Tinha acabado de encomendar o peixe na brasa para o almoço, quando minha irmã avisa que havia organizado um passeio de barco pelo manguezal. “- E agora? Cancelo o peixe? Cancelo o passeio?” Nenhuma das duas coisas. Estamos no Rio Grande do Norte e o garçom resolveu a questão: “- Podem ir! O peixe sai…

Destacado

O que o dever de casa diz sobre você

Escolas refletem muito sobre uma sociedade, um país, uma cultura. Meus filhos já passaram por três experiências. Escola brasileira, francesa e italiana. Em cada uma delas percebe-se o reflexo das diferenças. E, na minha opinião, é na relação com o dever de casa que mais se ressalta quando o assunto é educação e “o que e como vamos ser quando crescer”. No atual momento estamos sendo engolidos pelos compiti, os inúmeros, longos, indefiníveis, repetitivos e enfadonhos deveres de casa italianos. Quando ainda estávamos na escola francesa lembro de uma menina sérvia, que acabara de chegar de uma experiência de quatro…

Destacado

Que país é esse?

“Tripulação. Preparar para o pouso.” Eu já tentava avistar a Baía da Guanabara num misto de ansiedade e alegria quando ouvi o piloto dizer as palavras mágicas. Estávamos chegando “em casa”. Saímos do Rio há 13 anos, mas ainda consideramos aquela cidade mágica como nossa casa. Éramos apenas um casal. Hoje somos uma família. E…

Destacado

Sair do armário.

Mudei. Em 16 anos com Miguel, mudamos 7 vezes: 3 de país, 4 só de casa. Essa última foi de casa. Apesar de ter sido a mudança com a menor distância percorrida- continuamos no mesmo bairro, praticamente na rua de trás- sem sombra de dúvida essa foi a mais difícil que já fiz. São tantos…

Destacado

Saudade, portunhol e outras distâncias

Depois de 15 dias de férias no Nordeste do Brasil, Hugo voltou falando “eita”. E usa para tudo! _ Mamá, mira isto! Eiiiita! _ Mamá, que vamos comer? Eiiita! Mas fora esta deliciosa expressão, de resto é só espanhol mesmo. Eles entendem tudo o que eu, ou qualquer pessoa, falo em português, mas respondem sempre…

Destacado

Tá fácil julgar uma mãe.

Essa semana eu li um texto em um blog sobre os julgamentos e culpas que nós mães “sofremos” e esse texto resumiu a minha maternidade do momento, eu li esse texto, sentada no sofá como se um trem tivesse passado por cima de mim depois de um dia interminável, e me identifiquei muito, e só o que pensava era “Eu não sou a única!” Quando eu tive o Noah tive momentos nesses 5 anos de cansaço intenso, mas nada, nada comparado a esses dois ultimos anos, o trabalho agora é duplo, mas a Luana veio pra chacoalhar a minha rotina…

Destacado

Que venha 2016!

Anos melhores, anos piores, sempre temos desejos de renovação nesses momentos de virada de página do calendário. Aqui, um pouco do que esperam nossas mães em rede. Rosane Marinho, Espanha Em 2015, completei 10 anos vivendo na Espanha. Datas redondas sempre mexem com a gente, pensamos no que poderíamos ter feito melhor, no que não…

Destacado

2015, o difícil e maravilhoso renascimento

2015 foi um ano difícil. Difícil e maravilhoso, se isso é possível. Dia 8 de janeiro, saí do emprego. Já queria isso há tanto tempo… E aí, quando aconteceu, paniquei! Paniquei de não conseguir comemorar, de paralisar. Não viajei em janeiro, pensando só em economizar. Não aproveitei nada o meu primeiro mês de liberta. Nem…

Destacado

Aquele abraço em 2016

Quando 2015 começou, boa parte da humanidade estava feliz e com esperanças. E teve um momento em que a animação foi sendo substituída por dúvidas e incertezas. Minha filha fez 10 anos e declarou: “Agora tenho mais perguntas na minha cabeça. Quero saber porque as coisas são assim e não de outro jeito, porque acontece…

Destacado

Não temos mais bebês!

Esta semana comecei a arrumar algumas coisas que levarei para as férias de fim de ano no Brasil. Um das mais importantes é o carrinho de bebê que tanto Hugo quanto a Carol usaram. Um excelente carrinho, que agora vai levar a mais um lindo menininho. Quando terminei de embrulhar tudo pensei: “acabou!” O carrinho era…

Destacado

Aos meus mestres.

  Meus queridos filhos, Aqui em Bali ouvi dizer que quando chegamos ao mundo, puros, ainda sem tantas informações e defesas, estamos mais conectados ao que os hindus chamam de Karma. Ao longo da vida crescemos e vamos abrindo novas picadas, visitando as estradas abertas por outros e o Karma vai ficando, em grande parte…

Destacado

Choque cultural entre Brasil e Australia

Gente o que é cultura, não?!? Sempre ouvi dizer que os australianos são alegres e extrovertidos como o povo brasileiro, e que o clima é como o Brasil. E achei mesmo isso quando cheguei aqui. Mas depois de alguns anos você começa a perceber que nem tudo são rosas…. A maioria dos australianos por exemplo não sabem pra que serve um bidê. Outro dia no programa de tv The Block (um reality show sobre pessoas comuns que reformam um prédio inteiro) um casal instalou um bidê no banheiro que estavam reformando, para dar um ar mais chique. Foi motivo para muitas piadas,…

Destacado

Disseram que eu voltei americanizada

Terminei a página 516. Meu livro chegou ao fim, depois de nós na garganta, soluços, reflexões, choro. Depois de torcer para cada sinal fechar e demorar para abrir e eu ganhar breves minutos de leitura. Depois de me apaixonar e torcer pela história de amor de Ifemelu e Obinze, nomes africanos tão pouco comuns nas minhas leituras. Depois de buscar em cada página algum conforto para a questão do racismo – e não encontrar. “Americanah” (Companhia das Letras), da nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, ganhou diversos prêmios (merecidamente) por abordar temas nada cômodos com ousadia e sensibilidade: a questão racial nos…

Destacado

Cultura de bairro

Para quem é de fora e quer conhecer Zaragoza, o provavelmente o morador local indicará a visita às grandes catedrais da cidade ou ao Palácio de La Aljafería, a antiga residência de verão dos reis árabes. Mas para quem vive aqui, um dos lugares mais legais são os Centros Cívicos, como são chamados os centros…

Destacado

Era para dizer basta

Era um dia pra dizer basta. Não devemos mais justificar bobagens como os homens precisam de mais espaço, sentem naturalmente mais desejo (ui, vou vomitar), não são capazes de lavar um banheiro ou criar filho. E as mulheres apanharem ou serem humilhadas porque se comportaram mal ou provocaram, não, não e não. Chega, né? Fácil…

Destacado

O que te faz feliz?

Não sei se são as emoções natalinas ou por causa de tantos acontecimentos desastrasos dessas ultimas semanas, mas comecei há me indagar o que me traz felicidade e o que eu preciso ter ou fazer para tê-la. O que te faz feliz? Ser ou ter? Os dois? Um precisa do outro? A gente que vive em culturas diferentes parece que tem uma visão mais branda e resumida de como as coisas são diferentes entre ali e aqui. Pra mim o Brasil tem uma necessidade muito maior de ter do que ser, as vezes me parece até que as pessoas esqueceram…

Destacado

Não esqueçam de Belchite

Agosto de 1937. A Espanha já está há um ano em guerra civil. Os país divido em dois: de um lado, as tropas leais o governo republicano, eleito democraticamente, do outro, os militares fascistas, liderados pelo general Franco. Logo no começo da guerra, os militares conseguiram importantes vitórias em Aragão, ao conquistar as principais cidades…

Destacado

Mãe, o quê aconteceu em Paris?

Diante dos ataques terroristas de fundo religioso, como explicá-los às crianças… Minha filha chegou da escola. Como dizer para aqueles olhos inocentes que em nome do amor por uma ideia de Deus pessoas massacram outras pessoas? E, para retirar a culpa que agora está pesando nas costas dos muçulmanos, as mães precisariam lembrar que um dia foram…

Destacado

Tudo muda

” – Papá, quando eu crescer, eu ainda serei o Hugo ou serei outra pessoa? E você Papá? Quando você era pequeno, você era você ou era outro?” Semana passada, Hugo fez esta pergunta ao Nacho e ficamos todos surpresos. Sem saber bem o que responder. Porque ele, insconscientemente, fez uma das perguntas mais difíceis da…

Destacado

Mais difícil ser mulher na Itália

As mulheres estão ainda lutando pela liberdade dos seus corpos, pensamentos, direitos. Enquanto isso, na Itália, estupro ou violência doméstica não dá mais prisão. Uma lei aprovada em 2014, chamada “esvazia-presídio”, transformou em crimes “menores” furtos, assaltos à casa e violência contra a mulher. 24 horas de detenção e processo em liberdade. No mesmo ano,…

Destacado

As dez coisas que aprendi em seis meses vivendo fora do Rio

Seis meses já se passaram. Chegamos no outono, enfrentamos o inverno, já é primavera. Passou rápido, fizemos muita coisa nesses 180 dias. E aprendi muito. Gosto de listas e faço uso abusivo delas para me organizar na minha dispersão diária e rotineira. Eis aqui a lista-balanço desse tempo curto e intenso: 1. As raízes e…

Destacado

Violência contra a mulher. Aqui e lá.

Este ano, durante as Fiestas del Pilar, as maiores festas populares de Zaragoza, que acontecem todo o mês de outubro, foi lançada a campanha No es No (Não é Não), como forma de conscientizar tanto meninas, quanto os meninos, contra a violência machista. Sim, aqui também acontece algo parecido ao Carnaval no Brasil, quando grupos…

Destacado

Chengde, a Petrópolis Chinesa

Os chineses têm dois grandes feriados que servem como suas férias anuais. Um deles é o feriado de ano novo chinês, em fevereiro. O outro é o “dia nacional”, que comemora a fundação da República Popular da China no dia primeiro de outubro. Por uma semana, até o dia 7 de outubro, toda a população…

Destacado

Um Lellowin all’italiana

Aqui na Itália, como no Brasil, o Halloween, ou como escreveu meu filho de 7, o “Lellowin”, é uma festa importada da América do Norte, sem muitos dramas porque os italianos acham os americanos muito interessantes. Não podemos esquecer que foram os soldados americanos que liberaram o território italiano ocupado pelas tropas alemães na Segunda…

Destacado

De Kuala Lumpur para o Maes em Rede

Um grande prazer apresentar outra super mãe convidada: Maíra Dias Botelho de Magalhães, que  conta um pouco para a gente como é a vida em Kuala Lampur, na Malásia, com seus quatro filhos. Obrigada Maíra por compartilhar tua história!   Meu nome é Maíra. Sou carioca de nascença, mas brasiliense de coração e de vida. …

Destacado

A educaçao nossa de todos os dias

Tarde de outono agradável, daquelas que te convidam a sair de casa. Ainda mais em dia de festa. O parque estava cheio de crianças para os espetáculos de marionetes. Uma atrás do outra, as apresentações se sucediam. E vamos mudando de cenário. Da pracinha do parque para debaixo das árvores, das árvores para o passeio…

Destacado

Minha vizinha italiana me transformou em torre

Podemos viver como a ruína de uma torre pendurada no abismo entre as montanhas cobertas de oliveiras e a planície alegremente povoada até às margens do mar Tirreno. Todos os dias quando vou caminhar, correr (sim, estou tentando!) ou andar de bicicleta tenho como pano de fundo aquela torre. Não é a de Pisa, é…

Destacado

Vale à pena ter passaporte brasileiro?

Quando os meninos nasceram, antes que tivessem dois meses de vida, levei os dois ao Consulado Brasileiro em Barcelona e os registrei. Com a certidão de nascimento brasileira na mão, entramos com o pedido de passaporte e assim, oficialmente, Hugo e Carol são brasileiros de fato e de direito. Bom, né? É uma sorte viver…

Destacado

Para que lado eu vou

Mais um texto lindo da nossa mae colaboradora Luciana Doneda. Como confrontamos o ensino que sonhamos com a realidade do ensino que temos. “Se continuarem cantando e dançando, acabou a aula de inglês e só vai ter matemática”, ameaçou a professora na reunião da turma de segundo ano do meu filho de 7 anos. Fui…

Destacado

De volta a Itália

Muito felizes em apresentar mais uma colaboradora para o Mães em Rede. Esta é a história da Luciana, carioca que vive em Pisa, na Itália, com seus três filhos. Obrigada a ela pela generosidade de escrever e compartilhar esta história de ser mãe nômade.   Sou Luciana Cabral-Doneda, 41 anos, três filhos. Nasci no Rio…

Destacado

A Lú conta um pouquinho da sua vida lá no Japão!

Essa semana convidamos uma mãe pra lá de especial. Luciana Shimoda conta um pouco pra gente da sua rotina no Japão. Lú obrigada por abrir essa porta pra dentra da sua casa. Já estamos super curiosas pra saber mais dessa vida agitada do outro lado do mundo.   “Quando a Pri me convidou pra falar…

Destacado

Fiestas del Pilar

Ruas abarrotadas de gente, música por todas as partes, festa, gente bêbada pelas esquinas, crianças sem escola, shows para todos os públicos, teatro no parque, circo e muito mais. Não, não é o Carnaval no Brasil. São as Fiestas del Pilar, que por 10 dias param a cidade de Zaragoza. Uma orgia de alegria, que…

Destacado

Manhas

São oito e meia da manhã, a hora de maior estresse do dia. Faltam 30 minutos para tocar a sirene do colégio e as duas crianças de quatro e três anos ainda estão de pijama. E a pressa começa: – Vamos rápido! Escovar os dentes! Tirar o pijama! Rápido! O menino sai correndo, faz um…

Destacado

De: Cuca / Para: Cuca

Cuca nossa cachorrinha anciã escreveu uma cartinha para a Cuca da Bia .  Aí vai. Alô Cuca de Dubai, aqui é a Cuca de Londres. Eu também pensava que não tinha outra Cuca no mundo, que surpresa boa. A minha mãe e a sua – que soube ,se chama Bia Dale-  se encontraram aqui em…

Destacado

O outro lado da moeda. Quando morar fora nem sempre é um sonho perfeito.

Todo mundo sabe as mil qualidades que se ganha quando voce vai morar fora. Qualidade de vida Qualidade de ar Qualidade em serviço Qualidade em escola Qualidade em entretenimento Enfim qualidade melhor em quase todas as áreas da sua vida. Mas nada nessa vida é perfeito e a vida de quem mora fora também não. A vida sem empregada, babá, não é nada difícil perto da vida meio solitária que essa jornada pode ser. Acredito que a maioria que entrou nessa busca da vida melhor fora da patria amada, por algum momento passou por uma fase de solidão. Eu cheguei…

Destacado

De que cor somos?

Estava eu em um banco da praça ao lado da casa da minha mãe, em Natal, vendo os meninos brincarem nos poucos balanços que não estavam quebrados, quando uma mulher, segurando uma criança no colo, se senta ao meu lado e diz imediatamente: – Ela é minha filha. Sem saber bem o que responder a…

Destacado

Outros bichos.

Tem coisa quando você decide morar fora, que  é difícil que alguém te conte. Até por bondade, porque já é tanto o que você vai encarar, que a intenção é não transformar a aventura num filme de terror. Uma das coisas que me dei conta que geralmente não falo, é que talvez o que mais…

Destacado

Terra pelada

Nos sentimos em casa no instante em que pisamos novamente em Bali. O jardim florescia e a horta estava repleta de Pok Choy, a couve preferida do Vicente. Ketut e Pak Gede (o jardineiro) nos esperavam com aquele sorriso de quem tem o coração sereno e uma vida com sentido. Os meninos correram para a…

Destacado

Temos que falar sobre isso

Depressão pós-parto, perda gestacional ou neo-natal são assuntos mais que tabus, quando se fala sobre maternidade. A brasileira Thais Cimino, radicada em Bayona, França, teve a coragem de não apenas abordar estes temas, mas também de abrir um espaço para que outras mulheres possam falar sobre eles e, principalmente, desabafar. O blog Temos que falar…

Destacado

A lição de Gru

Mais um post da nossa convidada Fernanda da Escóssia, que topou compartilhar suas aventuras da maternidade com a gente. Nesse texto, ela fala sobre a beleza da adoção.  A lição de Gru por Fernanda da Escóssia Na minha longa carreira de espectadora de filmes infantis, gosto de muitos, fico aborrecida com uns poucos, esqueço vários e amo de paixão alguns inesquecíveis. Vejo a mim e a minha família em muitas histórias e frases, seja no mote “continue a nadar” de Dory em “Procurando Nemo” ou na comemoração do vovô maluquinho de “A Família do Futuro” diante do erro do neto…

Destacado

Cheio ou vazio?

Foi em uma  longa viagem de carro entre Madrid ,onde morávamos, e uma cidade na Toscana para passar um natal inesquecível, que me deparei pela primeira vez com o trabalho do autor dessa escultura . Era o final do ano em que tínhamos saído do Brasil para a Espanha. Primeiro fechamento de um período que nos havia…

Destacado

Vida que comeca

Estes ultimos dias, passamos por aqui, uma serie de primeiros dias! Primeiro dia do Rapha no 1o. ano, 1o. dia da Dora no Jardim da infancia e, assim, as ferias de verao vao ficando para tras, enquanto a vida vai (re)comecando… (Antes de continuar com este texto so queria lembrar para voces que as ferias…

Destacado

Quanto você paga de material escolar?

Neste começo de ano letivo no Hemisfério Norte, o assunto do momento entre todas as mães é quanto cada uma gastou com os livros e todo o material escolar para seus filhos. Muito, pouco, nada, em cada país encontramos uma solução distinta. E na tua cidade, quanto custa mandar um filho (ou vários) para a…

Destacado

Nosso Ceilão

A escolha do destino para as férias aqui em casa sempre passa pelo filtro inicial que descarta uma série de destinos prováveis. É preciso haver natureza, um certo descompromisso e estranheza, aventura. Esta peneira filtra as capitais e nos leva ao interior, ou a países exóticos que talvez jamais visitássemos se não fossem tão perto daqui. Esse primeiro parágrafo me parece um tanto vencido para publicar no blog em setembro, peço desculpas. Ainda assim, não pude deixar passar em branco a experiência deste verão. Ao Ceilão que trataram de mudar o nome para Sri-Lanka, fomos todos. Na mala levei a…

Destacado

A escolha da escola

Ta chegando a hora. Daqui 4 meses o Noah começa o pré primário (como era chamado na minha época). Aqui na Australia a educação funciona um pouco diferente do Brasil. O daycare é como se fosse uma creche, onde se paga por dia, esse preço varia de $80 a $120/dia o que impossibilita financeiramente um pouco a frequência de 5 dias por semana. Aos 4 anos as crianças vão para o kindergarten que é uma preparação para o prep. Na Australia as crianças começam a escola com 5 anos no Prep ( mesmo esquema do Brasil, para os que completam…

Destacado

A arte imita a vida.

Quem se depara no meio da galeria Serpentine Sackler, aqui em Londres, com essa imagem, é capaz até de perguntar onde estão os pais dessa criança largada no carrinho? A primeira vista não imagina que é uma escultura de poliéster e fibra de vidro de Duane Hanson, um gênio do hiper-realismo. Elas são tão reais…

Destacado

A foto que nos fez chorar

Já estávamos todos deitados, luzes apagadas, quando Hugo entrou no nosso quarto, me acorda e pergunta: – Mamãe, pessoas malvadas existem de verdade? – Existem, querido. Mas eles sempre perdem no final. Sempre! Pois é, andei mentindo muito esta última semana. Não quero super proteger os meninos, mas tudo tem limite. Então, tive que dizer:…

Destacado

Notting Hill tem carnaval.

“Você que é brasileira, me ensina a sambar?” Quantas vezes já escutei essa pergunta , e não é nada que eu me orgulhe: sou brasileira, não sei sambar. E agora, por onde eu começo a me explicar? Sou paulistana e,  na minha geração, o samba não fazia muito parte da cultura da cidade. Apesar de…

Destacado

Encontros e Desencontros

Este texto estava “cozinhando” aqui dentro de mim desde a minha estada em Sao Paulo. Voltar a uma cidade em que vivemos por um longo periodo (no meu caso, a vida toda) tem um significado grande quando estamos longe. Ao andar pelas ruas conhecidas do bairro onde moravamos, senti que pisava sobre as minha antigas pegadas,…

Destacado

Viajando de carro

Uma das diferenças mais curiosas entre o Brasil e a Espanha é que aqui o mês de agosto é o mais esperado do ano. Não é um mês de azar. Muito menos um mês de “desgosto”. Agosto é o equivalente ao nosso janeiro e isto quer dizer: férias, verão, calor e tudo o que isto…

Destacado

A segunda parte é a melhor

Assisti no Netflix ao filme “A vida de outra mulher”, com Juliette Binoche. A história fala de Marie, uma mulher que se perdeu dela mesma, e quando acorda um belo dia não se lembra dos últimos 15 anos que viveu. Não se reconhece na grande e fria executiva que se tornou. E ainda guarda na memória o amor pelo marido — de quem está se separando — como no primeiro dia em que se encontraram. Chorei. Será que não é isso que fazemos com nossas vidas? Acordamos sem nos reconhecermos naquela pele, naqueles atos, naqueles medos que embolam tudo. Marie…

Destacado

Onde fica a nossa casa?

Há algumas semanas, um amigo me enviou um vídeo sobre o que se convencionou chamar de “crianças de terceira cultura” (third culture kids). São crianças que passaram uma grande parte de sua vida em culturas diferentes das de seus pais. Já havia lido alguns artigos sobre o assunto, mas em geral eles abordam o desenvolvimento da…

Destacado

Estamos todos aqui

Acabei de ler essa semana “Ainda estou aqui”, de Marcelo Rubens Paiva. Não lembro quando li “Feliz Ano Velho”, que teve sua primeira edição em 1982. Mas lembro bem que eu não era mais tão criança, mas ainda não era tão adolescente e de como fiquei impressionada com as tragédias na vida daquele jovem e sua família. O livro de 2015, como bem definiu uma amiga, reúne vários livros num só. Curiosamente lançado no mesmo momento em que algumas vozes pedem o retorno daquele período triste e vergonhoso da nossa história, mergulha mais fundo nos detalhes da prisão, tortura e…

Destacado

Amizade

Ouvi a frase acima em uma música no encerramento de um camp (atividade de férias) que eles participaram por aqui. Não sei se foram as vozes lindas das crianças cantando juntas ao redor de uma fogueira em um fim de tarde perfeito ou o fato de que íamos ao Brasil no dia seguinte, mas meus olhos se…

Destacado

Ganha/Ganha.

Competir, ganhar, destruir, marcar , são todos verbos usados com frequência em casa . Não só pelo fato de eu estar rodeada por dois exemplares humanos do sexo masculino durante boa parte do dia, mas também porque eles são loucos por esporte , como praticantes, como torcedores e expectadores. Desde que eu trabalhava com projetos…

Destacado

Sobre terremotos e furacões

Durante os 4 anos que viví em Lima, ouví, principalmente dos peruanos, a seguinte pergunta: “Tienes lista la maleta del temblor cerca de tu puerta de salida?” (Tem a sua “mala do terremoto” pronta na sua porta de saída?). Dentro da mala, nos recomendavam ter sempre algumas mudas de roupa, passaportes, algum dinheiro, remédios, lanterna, apito (em caso de soterramento), mantimentos não perecíveis, água e esperança. A grande verdade é que nesses anos mesmo vivendo num país com risco de terremoto e tsunami, o que mais me sobrava era a esperança. Alguma voz sempre me dizia que jamais iríamos passar por um…

Destacado

Filhos terceirizados

Mais um post da nossa convidada Fernanda da Escóssia, que topou compartilhar suas aventuras da maternidade com a gente. Nesse texto, ela fala sobre os extremos da maternidade terceirizada.  Filhos terceirizados Por Fernanda da Escóssia* A menina chorava, esperneava, gritava. A babá, coitada, sem saber o que fazer, implorava que ela colocasse a touca, os óculos. “Vai, querida, entra na piscina, a professora está lá…” A molequinha a berrar estava e a berrar continuou. Não houve técnica que convencesse a menina a entrar na piscina para a aula de natação. Do meu lado, a babá conversava com outra babá. Porque…

Destacado

As confusões do bilinguismo.

Ontem eu estava revendo um dos vídeos do Mães em Rede e vi os filhos (lindos e fofos) da Rosane conversando com ela em espanhol e ela sempre falando em português, e percebi o quão interessante, engraçado, complicado e desafiador pode ser essa experiência do bilinguismo. Já tive inseguranças sobre o assunto, mas hoje estou um pouco mais tranquila. O Noah demorou pra falar de um jeito que a gente entendia, vendo vídeos antigos dele, percebi que muita coisa eu não entendia porque ele falava em inglês. Ele ainda com seus 4 anos e meio fala o português super errado,…

Destacado

Vida Prática

Já faz um tempo estou pensando em quantas coisas práticas, para agilizar o dia a dia que eu aprendi desde que cheguei por aqui, a quase dois anos, e me vi as voltas com uma casa pra cuidar… O EUA é mesmo o país da praticidade, aprendi muito observando outras mães, vizinhos, professoras lidando com…

Destacado

Pipas no céu de Santa

W, 14 anos, é o segundo filho de uma amiga, que tem mais três meninos. Moram todos numa casinha em Santa Teresa. Ela  trabalha como cozinheira de um escritório. W queria sair da escola no meio do ano e parar de estudar. Me ofereci para conversar com ele e ver se eu poderia de alguma maneira ajudá-lo. Marina, minha filha de 13 anos, várias vezes também desejou sair da escola. Rodrigo, 9 anos, idem. Ele porque sempre quis ser jogador de futebol e achava que para isso precisava treinar e treinar e não ficar dentro de sala de aula. Marina porque…

Destacado

Alô…?

Lucca ganhou seu primeiro celular em Milão, com 10 anos, depois que a escola o deixou perdido na cidade por duas vezes, história que já contei aqui para vocês. Não foi uma decisão tranquila, e foi um processo com muitos acordos, porém ali se tornou necessário o celular. Era o mais simples de todos, fazia…

Destacado

Medos

Tinha nove anos quando terminei a escola primária em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, e comecei o antigo ginásio em uma escola em outro bairro, Campinho,  o temido colégio Pentágono. Não era perto. Demorava uns 40 minutos de ônibus. Minha mãe me levou na primeira semana e, quando aprendi o caminho, passei a…

Destacado

Find. Your. Peace.

E quando nos mudamos de país vêm as buscas. Antes de tudo a busca por uma vida feliz para toda a família, mesmo estando longe de quem nunca queríamos estar. Buscamos uma casa, escola para os filhos, médicos de confiança para todos e principalmente para as crianças. Buscamos uma escola de boa qualidade para justificar a vantagem de uma educação bilíngue longe de casa, buscamos amigos e buscamos lugares para conhecer. Depois de tudo encontrado, nós, as mães, buscamos a nossa felicidade. Já é da natureza materna deixar para último as vontades e desejos, porque antes de nós vem a…

Destacado

Filhoteca

Mais uma mãe convidada pelo Mães em Rede para compartilhar suas aventuras da maternidade com a gente: Fernanda da Escóssia. É jornalista, mãe da Ana e do Daniel e tem uma enteada, a Maria. Nesse primeiro texto, ela fala sobre a experiência “colecionada” de estudar com eles.  Filhoteca Por Fernanda da Escóssia* Entre uma pauta e outra, um pescoção e outro, sempre achei um tempinho para estudar com meus filhos. (Pescoção é como os jornalistas chamam a madrugada trabalhada; nos jornais diários, costuma ocorrer de sexta para sábado, preparando a edição de domingo.) Estudei com a mais velha muito tempo,…

Destacado

A China treme de novo

Acordo de madrugada com a Sofia ao meu lado. “Mamãe, tive um pesadelo”. E lá fui eu levá-la de volta para a cama nova, no quarto novo, ao qual ela ainda não se acostumou. Em geral, em pouco tempo ela volta a dormir e eu também consigo retornar ao “sono dos justos”. Mas, ontem foi…

Destacado

Além de mãe, você também é…

Li há pouco essa curiosa lista de funções e utilidades que pai e mãe também têm que assumir na vida de seus filhos. Os que eu mais gosto de ser são “fábrica de abraços” e “contadora de histórias”. Mas quem nunca foi “despertador” e “caçador de brinquedos” ou o detestável “repositório de lixo”? E “explicadora de dever de casa”? E “mãe-monstro”, aquela que briga, cobra e é chata? Acabei fazendo aqui a minha listinha top 10: 1. Máquina de respostas ou dicionário/enciclopédia: quem nunca passou por aquela fase em que as perguntas respondidas engatam em novas dúvidas e parece que a…

Destacado

Ouvir e dizer “não”, um aprendizado de toda a vida

Reproduzo aqui o artigo de Gabriel Chalita*, publicado hoje na Folha de S. Paulo. Fiquei bastante emocionada ao ler porque fala do que eu acredito que é educação de verdade. Gostar de viver Içami Tiba viveu ensinando vidas a gostarem da vida e dizia que não há manual que organize as ações dos pais nas…

Destacado

Novo olhar sobre meu velho

Mês passado meu pai veio ficar conosco por três semanas. Faziam três anos que ele não vinha nos visitar, apesar de nunca passarmos mais de um ano sem nos ver, desde que saímos do Brasil. Quando ele me disse que viria mesmo, comecei a bater  palmas e  dar pulinhos do lado de cá do Skype, como…

Destacado

Irmãos, ciúmes e amor: como lidar?

Bloodline é uma série do Netflix sobre uma complicada e comum família americana, foi lançada em março, mas estamos assistindo só agora. Num enredo super thriller, o que mais me salta aos olhos são as relações complexas entre os quatro irmãos. Em especial, os ciúmes nutridos desde a infância pela atenção bem demais ou bem…

Destacado

Um cão global e seus muitos carimbos

Dia desses li o título de uma matéria que dizia:  “Austrália ameaça sacrificar dois cães de Johnny Depp”. Chamou minha atenção, e confesso que ao ler fiquei em conflito se me solidarizava com o intérprete  de  Jack Sperrow, ou se achava que ele havia abusado  de seu poder, por ser uma figura pública. O caso é…